Série B: Ex-Ponte, treinador do Vila Nova descarta "abandonar o barco"

Eduardo Baptista foi contratado em fevereiro para o lugar de Umberto Louzer e tem vínculo até o fim do ano

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 13 (AFI) - O momento do Vila Nova não é nada bom. Eliminado em casa na Copa do Brasil para o Juventude e sem vencer neste início de Campeonato Brasileiro da Série B, o Tigre está bastante pressionado pela torcida. E um dos principais alvos é Eduardo Baptista.

O treinador, porém, deixou claro em entrevista coletiva após o empate sem gols com a Ponte Preta, na última sexta-feira, que não pretende deixar o cargo. Contratado para o lugar de Umberto Louzer em fevereiro, Eduardo Baptista tem vínculo até o fim da Série B.

O técnico Eduardo Baptista descartou entregar o cargo no Vila Nova (Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova)
O técnico Eduardo Baptista descartou entregar o cargo no Vila Nova (Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova)

"Quando entro em uma luta é para ir até o final. Não penso em sair. Os atletas estão se doando, ficamos quase 20 minutos com um jogador a menos e conseguimos nos organizar. Quando vemos isso, não dá para desistir. Vamos em busca do encaixe", afirmou Baptista.

A diretoria também não pensa em mudar a comissão técnica neste momento, mas o mesmo não pode se dizer do elenco.

Existe a possibilidade de uma lista de dispensa ser anunciada nos próximos dias, com a presença, inclusive, do experiente meia Danilo.

Ainda sem vencer, o Tigre aparece na 14ª colocação da Série B, com dois pontos. No sábado, o Vila vai até Ribeirão Preto encarar o líder Botafogo-SP, às 19 horas, no Santa Cruz, pela quarta rodada.