Série B: Hemerson Maria pede paciência à torcida e quer Vila Nova em seu ritmo

Vila Nova, após vencer Avaí na estreia, visitará o CRB no Rei Pelé no próximo sábado

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 16 (AFI) - O Vila Nova estreou com vitória na Série B do Campeonato Brasileiro, por 1 a 0, sobre o Avaí no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. Apesar do triunfo, o técnico Hemerson Maria (foto) sabe que o time ainda vai melhorar e evoluir ao longo dos jogos. Até mesmo por isso, ele pediu calma aos torcedores que, em alguns momentos do jogo do sábado, chegaram a vaiar o time.

"O torcedor tem que entender que estávamos jogando um bom 1º Tempo. Poderíamos ter até terminando com 2 a 0 e estávamos marcando e jogando com intensidade. A partir do momento que o torcedor passa a mostrar a insatisfação, o time começa a acelerar o jogo de uma maneira errada e o Avaí também começa a ter as oportunidades", analisou o comandante.

Uma das mudanças que Hemerson Maria desejar ver em seu time é o Vila Nova jogando em seu ritmo. Sem acelerar muito as jogadas a ponto de errar passes ou a execução de todo o trabalho construído.

"Eu não posso controlar o torcedor. O Vila tem que jogar dentro do seu ritmo - o time de futebol e não no ritmo do torcedor. A torcida do Vila Nova é maravilhosa e eu já disse isso várias vezes. Saímos criticados do 1º Tempo, mesmo com a equipe jogando bem. No final com 1 a 0 para nós, viramos times de guerreiros", finalizou.

O Vila Nova voltará a campo apenas no sábado, às 16h30, contra o CRB no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela segunda rodada da Série B. O rival foi derrotado na estreia pelo Oeste e perdeu o técnico Mazola Júnior. Júnior Rocha, ex-Santa Cruz, assumiu o comando do clube alagoano.