F1: Em dia de estreias, Vettel lidera testes em Abu Dabi; Pietro é o 8º

O piloto da Ferrari foi o mais veloz entre doze que foram para a pista nesta terça-feira

por Agência Estado

São Paulo, SP, 27 - Em um dia de estreias antecipadas nas equipes da Fórmula 1, o alemão Sebastian Vettel foi o mais rápido do primeiro dia de testes da Pirelli no circuito de Yas Marina, em Abu Dabi. O piloto da Ferrari foi o mais veloz entre doze que foram para a pista nesta terça-feira. Um deles foi Pietro Fittipaldi, que se recuperou de um problema no motor da Haas pela manhã e registrou o oitavo melhor tempo do dia.

Com os pneus hipermacios, os mais rápidos disponíveis às equipes nesta terça, Vettel marcou o tempo de 1min36s812, dois segundos mais lento que a pole position obtida pelo inglês Lewis Hamilton (1min34s794) no treino classificatório do fim de semana. O piloto da Ferrari completou 67 voltas no traçado dos Emirados Árabes Unidos nesta terça.

O finlandês Valtteri Bottas, que havia sido o mais veloz pela manhã, anotou o segundo melhor tempo do dia, com 1min37s231. O piloto da Mercedes, que completou 120 giros no traçado, usou um dos compostos novos da Pirelli para 2019. A fornecedora de pneus da F-1 usa os dois dias de testes, que serão encerrados nesta quarta, para avaliar aqueles que serão utilizados pelas equipes da F-1 no próximo ano.

Nesta atividade pós-temporada e que encerra em definitivo as ações da categoria em 2018, Pietro Fittipaldi ganhou sua primeira oportunidade de pilotar um carro de F-1. Novo piloto de testes e desenvolvimento da Haas, o neto de Emerson teve dificuldades pela manhã em razão de uma pane no motor Ferrari do time norte-americano. Completou apenas 18 voltas.

Mas, após a troca da unidade de potência, o brasileiro pôde finalizar o dia com 54 giros. Seu melhor tempo foi de 1min39s201, na oitava colocação do dia. Outras oportunidades devem surgir para Pietro nos testes da pré-temporada em Barcelona, entre os dias 18 e 21 de fevereiro e 26 de fevereiro e 1º de março. Ele também poderá aparecer na pista em eventuais treinos livres da temporada 2019. Na quarta, a Haas será pilotada pelo suíço Louis Deletraz.

DESTAQUE
Apesar das limitações, Pietro se destacou no treino. Seu tempo foi melhor, por exemplo, do que o veterano Kimi Raikkonen. O finlandês foi o responsável por uma das estreias do dia. Após encerrar seu contrato com a Ferrari, ele testou pela Sauber, sua equipe em 2019. E anotou o tempo de 1min39s878. Foi o 11º mais veloz desta terça.

Outra estreia foi protagonizada pelo canadense Lance Stroll. Após defender a Williams na temporada, ele pilotou nesta terça pela Force India , sua futura equipe para 2019. A vaga ainda não foi oficializada, mas é só uma questão de formalização para ele atuar ao lado do mexicano Sergio Pérez no próximo campeonato. Stroll foi o terceiro mais veloz do dia, com 1min37s415.

A Williams, a ex-equipe do canadense, já contou com seus pilotos de 2019 na pista de Abu Dabi. O experiente polonês Robert Kubica e o novato britânico George Russel tiveram desempenho discreto, com 32 e 42 voltas, respectivamente. Kubica anotou 1min39s269 e foi o nono colocado. Russell marcou 1min39s512.

Outros dois estreantes foram o britânico Lando Norris, pela McLaren, e o indonésio Sean Gelael, pela Toro Rosso. Norris, sexto mais veloz do dia (1min38s187), será titular da McLaren em 2019 ao lado do espanhol Carlos Sainz Jr. Gelael, por sua vez, ainda sonha com uma chance na F-1. Os titulares da Toro Rosso em 2019 serão o russo Daniil Kvyat e o tailandês Alexander Albon, confirmado somente nesta segunda-feira. Nesta terça, Gelael foi o piloto com mais voltas na pista, 150, e o pior tempo: 1min40s435.

 
 
" />