​Paulista A3: Destaque do Velo Clube comemora boa fase e avalia paralisação

O lateral marcou presença na seleção da rodada do Futebol Interior algumas vezes e se destaca na boa campanha da equipe

por Agência Futebol Interior

Rio Claro, SP, 17 - Com a terceira melhor campanha da Série A3 do Campeonato Paulista, o Velo Clube é a segunda equipe com menos derrotas (três), atrás apenas do Noroeste, com uma. Com 18 pontos somados, o clube tem mais quatro jogos a fazer e busca a classificação para as quartas de final.

FOCO NA CLASSIFICAÇÃO

Um dos destaques do Velo é o Everton, que ressalta a importância de manter o foco para se classificar entre os quatro primeiros na tabela e decidir a próxima fase com o apoio da torcida.

"Nós estamos muitos focados em conseguir terminar na parte de cima da tabela. Nosso objetivo é continuar entre os quatro primeiro e conseguir a classificação o quanto antes. Se terminarmos mais à frente, teremos a vantagem de decidir o confronto em casa", comentou o atleta.

GRANDE FASE

O lateral já marcou presença algumas vezes na seleção da rodada do Futebol Interior e vive uma grande fase no clube. Ele revela a felicidade por estar em um bom momento na carreira e quer seguir treinando firme para ter o trabalho reconhecido.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

"Estou muito feliz com a fase que estou vivendo, mas tenho que manter meus pés no chão. Vou continuar me dedicando ao máximo nos treinos e nos jogos para que meu trabalho seja ainda mais reconhecido. O que realmente importa é ajudar a equipe, a comissão técnica e a torcida desse clube", disse o jogador.

CORONAVÍRUS

Faltando quatro rodadas para o fim da primeira fase, a Federação Paulista de Futebol suspendeu todas as competições por tempo indeterminado por conta da pandemia do coronavírus. Everton lamenta a situação atual mundial, mas ressalta a importância das pessoas ficarem em casa e manter os cuidados contra o vírus. Além disso, afirma que continuará treinando em casa para manter o ritmo.

"É um mal necessário, infelizmente. Nenhum atleta gosta de ficar parado no meio de uma competição, mas sabemos o quanto é importante a prevenção de todos neste momentos. Temos que manter a higiene e se prevenir ao máximo para o vírus parar de se espalhar. Como não vamos treinar no CT, vou manter o ritmo em casa, em quarentena, e vou me cuidar junto com a minha família para evitar qualquer risco", concluiu.