Neto Borges critica arbitragem e coloca derrota do Vasco 'na conta deles'

"Não gosto de falar de arbitragem, mas essa acho que a gente pode colocar na conta deles", reclamou o lateral

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 14 (AFI) - A derrota por 2 a 0 diante do Internacional pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro faz com que o Vasco continue em situação delicada na luta contra o rebaixamento. Lance que chamou a atenção na partida realizada neste domingo, em São Januário, no Rio de Janeiro, foi a falha do VAR para verificar o impedimento no primeiro gol colorado. O lateral-esquerdo Neto Borges classificou como inaceitável e colocou a derrota vascaína na 'conta da arbitragem'.

"Era uma decisão para nós e para o Internacional também. Inaceitável um erro de arbitragem do jeito que foi no primeiro gol deles. Estávamos com a cabeça boa, lutamos até o fim, mas infelizmente tomamos o segundo gol que liquidou a partida. Não gosto de falar de arbitragem, mas essa acho que a gente pode colocar na conta deles", reclamou o lateral.


Veja os gols do Inter e lance polêmico no primeiro gol



Neto Borges. (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)
Neto Borges. (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)

COMO FOI O LANCE

O primeiro gol do Inter foi marcado no primeiro tempo, por Rodrigo Dourado. O lance foi ao VAR para verificar a posição do jogador, mas o sistema não conseguiu fazer a linha de impedimento pois estava descalibrado, problema resolvido para o segundo tempo.

RETA FINAL

Deixando a derrota de lado, Neto Borges ainda projetou as duas últimas rodadas para o Vasco e pediu muito trabalho ao elenco.

"Temos que ganhar nossos jogos e continuar trabalhando. É isso, não tem outra forma", concluiu.

CLASSIFICAÇÃO E JOGOS

O Vasco segue com 37 pontos, abrindo a zona de rebaixamento, em 17º lugar. O primeiro adversário acima é o Bahia, com 38 pontos. No próximo domingo, o time carioca joga diante do Corinthians, em São Paulo, e encerra sua participação contra o Goiás, no Rio de Janeiro.

VEJA o pênalti perdido por Cano