Fernando Miguel fala em resgate do Vasco e Luxemburgo promete bicho dobrado

Na noite desta segunda-feira, o Trem Bala bateu o time celeste por 1 a 0, em São Januário

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 02 (AFI) - Os jogadores do Vasco da Gama comemoraram a vitória por 1 a 0 diante do Cruzeiro, no estádio São Januário, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, como um título, afinal o clube confirmou a permanência na Série A em 2020 e uma vaga na Copa Sul-Americana. O alívio esteve na entrevista do goleiro Fernando Miguel, que focou no resgate da tradição da equipe carioca.

"Acho que não dá para resumir nosso ano em uma derrota, em uma fase ruim ou em uma vitória. Estamos resgatando a tradição do Vasco desde o ano passado, e o torcedor percebeu a nossa lealdade com essa camisa. Não à toa aderiram ao clube. As pessoas veem comprometimento. De vez em quando acontece uma decepção, mas estamos sempre com o Vasco. A vitória resume o orgulho de carregar a Cruz de Malta no peito. A pele fica arrepiada. A gente enxerga a verdade da diretoria, da torcida. Todos estão se doando ao máximo para resgatar esse clube", afirmou o goleiro.

Fernando Miguel falou sobre situação do Vasco
Fernando Miguel falou sobre situação do Vasco
Fernando Miguel ainda comentou sobre a má fase do Cruzeiro. A derrota nesta segunda-feira deixou o time celeste perto da Série B do Campeonato Brasileiro.

"O aspecto emocional pesa muito quando você luta contra o rebaixamento. Vivemos isso no ano passado, mas conseguimos recuperar. Esse ano chegamos até flertar com a Libertadores. Eles farão a parte deles e nós a nossa. O Vasco jogará os últimos dois jogos com o mesmo comprometimento da primeira partida que fizemos com essa camisa", concluiu.

LUXEMBURGO

Já Vanderlei Luxemburgo descartou ter recebido mala branca para vencer o Cruzeiro e declarou que os jogadores mereciam bicho dobrado pela vitória que selou a permanência do clube na Série A do Brasileiro.

"Hoje eu pedi ao presidente que desse bicho dobrado. Porque hoje consolidamos nossa posição de classificação na primeira divisão. E estamos na zona da Sul-Americana, que ninguém imaginava. Aqui no Vasco não tem mala branca. Nos clubes que trabalhei nunca teve mala branca. Não permito. Se estou dando alguém para ganhar, eu esqueci de fazer algo para os meus jogadores", falou o treinador.

SITUAÇÃO

O triunfo levou o Vasco para a 12ª colocação do Brasileirão, com 47 pontos, contra 36 do Cruzeiro, o primeiro time dentro da zona de rebaixamento.