Vanderlei Luxemburgo, técnico do Vasco, é diagnosticado com câncer de pele

Treinador realizou biópsia em três sinais no nariz e, um deles, na ponta, é maligno

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 22 (AFI) - No momento em que Vasco e Vanderlei Luxemburgo começaram a discutir a renovação de contrato para 2020, o treinador recebeu uma péssima notícia. Ele foi diagnosticado, nesta sexta-feira, com câncer de pele. O experiente comandante realizou biópsia em três sinais do nariz, após retiradas de pintas, e no da ponta descobriu-se que é maligno.

A luta de Luxa contra o câncer continuará. Ele precisará fazer raspagem para tirar qualquer resquício da doença. O procedimento, de acordo com os médicos, é simples, mas poderá tirar o treinador de treinamentos e jogos do Vasco na reta final do Campeonato Brasileiro da Série A.

#ForçaLuxa! (Foto: Rafael Ribeiro / Vasco)
#ForçaLuxa! (Foto: Rafael Ribeiro / Vasco)

O treinador, no entanto, tem a opção de realizar tal procedimento daqui três meses. Ele ainda irá analisar as possibilidades ao lado da família. Luxemburgo ainda não se manifestou sobre a doença. O Vasco está de folga nesta rodada do Brasileirão por já ter empatado com o líder Flamengo, por 4 a 4 em 13 de novembro.

O Gigante da Colina, após um início assustador, se recuperou sob o comando justamente de Vanderlei Luxemburgo. No momento, o Vasco ocupa a 10ª colocação com 44 pontos, seis a menos do que a zona da Libertadores e nove a mais do que a zona de rebaixamento.