Punido pelo STJD, zagueiro desfalca Vasco por 3 jogos na reta final do Brasileirão

Castán, que também foi multado em R$ 200, perderá os jogos contra o São Paulo, na quinta-feira desta semana, Cruzeiro e Bahia

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 26 - O técnico Vanderlei Luxemburgo sofreu uma importante baixa no time do Vasco para esta reta final do Brasileirão. Nesta terça-feira, o zagueiro e capitão Leandro Castán foi punido com quatro jogos de gancho pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Como já cumpriu suspensão automática, o defensor perderá três das últimas quatro partidas da equipe na competição.

DE FORA
Castán pegou três jogos de suspensão. (Foto: Divulgação / Vasco)
Castán pegou três jogos de suspensão. (Foto: Divulgação / Vasco)

Castán, que também foi multado em R$ 200, perderá os jogos contra o São Paulo, na quinta-feira desta semana, Cruzeiro e Bahia.

Só poderia voltar ao time para a rodada final, contra a Chapecoense, no dia 8 de dezembro.

O Vasco, contudo, ainda pode recorrer da decisão.

PUNIÇÃO

O zagueiro foi punido por conta da expulsão sofrida na derrota para o Palmeiras, por 2 a 1, no dia 6 de novembro, em São Januário, pela então 31ª rodada.

Na ocasião, Castán recebeu o cartão vermelho direto por reclamação. E, segundo a súmula do jogo, teria proferido palavrão em direção ao árbitro Rafael Traci e teria sido contido pelos companheiros de time.

"Nunca tive problema com nenhum árbitro minha vida toda. É a segunda vez que venho nesse tribunal por relatos na súmula desse árbitro."

"Ele relata da mesma forma por reclamação e depois ele relata na súmula que o ofendi. Minha conduta como capitão é sempre estar em contato com árbitro."

"Fui falar com ele e ele me deu amarelo. Soltei um palavrão de costas e ele me expulsou", defendeu-se o jogador, durante o julgamento.

VASCO ABSOLVIDO

Julgado na mesma sessão por conta de um tumulto ocorrido na social do estádio, na mesma partida, o Vasco foi absolvido pelo STJD. A decisão também não é final.