Luxa despista sobre permanência no Vasco e contesta Jorge Jesus

Com 44 pontos, o time carioca ocupa a décima posição da competição nacional

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 19 - Ao empatar por 1 a 1 com o Goiás, na noite desta segunda-feira, no Rio, e ficar muito próximo de livrar o risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Vasco já começa a projetar o seu planejamento para a temporada de 2020.

Com 44 pontos, o time carioca ocupa a décima posição da competição nacional, na qual só voltará a atuar no próximo dia 28, contra o São Paulo, no Morumbi, pela 35ª rodada do torneio, tendo em vista o fato de que o clássico com o Flamengo, válido pela 34ª jornada, foi antecipado para a quarta-feira passada porque o rival enfrentará o River Plate neste sábado, em Lima, pela final da Copa Libertadores.

PERMANÊNCIA EM 2020?

Desta forma, o clube terá todo restante da semana com o seu time apenas treinando, enquanto a direção vascaína trabalha já com a cabeça no próximo ano. Em meio a este processo, uma das principais prioridades é acertar a renovação do contrato com o técnico Vanderlei Luxemburgo para 2020.

Ao comentar sobre o futuro depois do empate com o Goiás, o treinador colocou em dúvida a sua permanência e deixou claro que os planos apresentados pelo clube pesarão muito para que ele siga ou não no comando da equipe na próxima temporada.

Luxemburgo indicou saída do Vasco em 2020 - Carlos Gregório Jr/Vasco)
Luxemburgo indicou saída do Vasco em 2020
"Independentemente de renovar contrato ou não, o Vasco tem de pensar em coisas diferentes no ano que vem. Você não pode brigar para não cair todo ano. Quando cheguei, disse que não cair era obrigação, porque o Vasco precisa sair desse patamar. Tem de se pensar em planejamento. É fundamental que tenha planejamento", ressaltou Luxemburgo, em entrevista coletiva.

"Não é questão de renovar contrato comigo, é de apresentar um projeto para a próxima temporada, o que vamos trabalhar, orçamento, onde queremos chegar. Tem de botar no papel", reforçou o técnico, que avisou: "Não adianta renovar comigo e (depois perguntar) como vai ser (para 2020)?".

JORGE JESUS!

O treinado aproveitou também para rebater os comentários de Jorge Jesus. O português afirmou que estava sofrendo perseguição dos treinadores brasileiros, algo que irritou Vanderlei Luxemburgo.

"Não tem ninguém aqui rejeitando. O que existe é um técnico estrangeiro fazendo um bom trabalho aqui e uma parte da imprensa fazendo um enfrentamento entre nós. Não tem nada a ver com Jesus ou Sampaoli. São bons profissionais que estão aqui e são muito bem aceitos. Eu estou sempre no restaurante que o Jesus também está. Acho que ele não deveria generalizar. Se não, parece que todos estão contra ele. E isso é uma inverdade", afirmou Luxa, que completou.

"Por exemplo, eu fui para a Espanha. Teve um técnico espanhol que me contestou e eu discuti com ele. Acho que ele não deveria ter generalizado. Ele está muito bem aceito aqui pelos brasileiros, pela torcida dele. Ele colocou todos os técnicos brasileiros num saco. Eu vejo a gente disputando a competição. Ele tem uma grande equipe. Vamos disputar. Isso é uma rivalidade de campo. Agora, se tem algo pessoal de algum técnico, ele não poderia falar de todos os técnicos brasileiros. Ele está muito bem aceito, como o Sampaoli", concluiu.

SITUAÇÃO

Após encarar o São Paulo no Morumbi pela 35ª rodada do Brasileirão, o Vasco terá pela frente o Cruzeiro (em casa), o Bahia (fora) e a Chapecoense (no Rio) em seus três últimos compromissos pela competição.