Árbitro relata gelo no campo e explica expulsão de vascaíno: "Me senti ofendido"

Na noite da última quarta-feira, o Vasco da Gama perdeu para o Palmeiras por 2 a 1

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 07 (AFI) - O árbitro Rafael Traci explicou em súmula o motivo que o levou a expulsar o zagueiro Rodrigo Castán na derrota do Vasco da Gama para o Palmeiras, por 2 a 1, na última quarta-feira, em São Januário. Ele, inclusive, revelou ter dado cartão vermelho direto para o defensor.

"Pelo fato de após ter recebido uma advertência, com o cartão amarelo, ato contínuo ter se dirigido a mim com as seguintes palavras: 'vai se fuder', de forma acintosa e agressiva, sendo expulso de forma direta . após expulso e ainda dentro do campo de jogo continuou reclamando de forma agressiva com o dedo em riste sendo contido pelos seus companheiros. Informo ainda que me senti ofendido com as palavras proferidas pelo referido atleta", disse, em súmula.

RECLAMAÇÕES

Rafael Traci teve atuação polêmica na partida. Foram 11 cartões amarelos e 1 vermelho. Os vascaínos reclamaram muito de uma falta em Danilo Barcelos no gol de Luiz Adriano, e de um pênalti, não marcado, cometido por Thiago Santos. Em ambas as jogadas, o árbitro consultou o VAR antes de tomar uma decisão final.

Rafael Traci teve atuação polêmica em jogo entre Vasco e Palmeiras
Rafael Traci teve atuação polêmica em jogo entre Vasco e Palmeiras

O árbitro Alexandre Campello, inclusive, 'invadiu' a coletiva de imprensa de Vanderlei Luxemburgo para fazer duras críticas à arbitragem. Ele afirmou ainda que irá à CBF para apresentar uma reclamação formal, além de indicar um favorecimento ao Palmeiras.

GELO NO CAMPO

Rafael Traci ainda relatou uma infração da torcida do Vasco, que chegou a jogar um pacote cheio de gelo dentro de campo. O responsável pelo ato foi localizado e levada para Delegacia, onde foi realizado o Boletim de Ocorrência contra o torcedor. Como o cidadão acabou sendo flagrado, o Trem Bala não deverá sofrer punição.

"Aos 41 minutos do segundo tempo, após a ida a ara e não marcação de um possível pênalti para equipe mandante, um torcedor desta referida equipe, lançou um pacote cheio de gelo que caiu na área da ara, porém não atingindo ninguém. este referido torcedor foi identificado e encaminhado a delegacia do estádio e feito um boletim de ocorrência de nº 023-07006/2019", relatou.