Após chegar aos 150 jogos pelo Vasco, Fellipe Bastos projeta jogo contra o Ceará

Volante do Cruzmaltino chegou a marca histórica na última sexta-feira na vitória contra o Internacional

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 11 - O volante Fellipe Bastos acaba de atingir a marca de 150 jogos pelo Vasco e agora pensa no Ceará, adversário que marcou a sua estreia pelo time carioca, há quase nove anos.

A partida desta quinta-feira no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, será válida pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, a última antes da parada para a Copa América.

"Será um jogo difícil, o Ceará é um adversário qualificado, mas iremos atuar em São Januário e temos que mandar no jogo e conquistar vitórias, até porque trata-se de um confronto contra um time que é nosso adversário direto no momento", comentou o jogador para o site oficial do clube

O Vasco conseguiu dar um respiro na tabela de classificação com o triunfo diante do Internacional, o primeiro da competição, obtido na última sexta-feira, em casa. Integrante da zona de rebaixamento, o time treinado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo está na 18.ª posição, com seis pontos. Já os cearenses ocupam o 12.º lugar, com 10.

Fellipe Bastos completa 150 jogos pelo Vasco. (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)
Fellipe Bastos completa 150 jogos pelo Vasco. (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)

LEMBRANÇA
Sobre a marca atingida na rodada anterior, Fellipe Bastos relembrou a sua primeira partida, exatamente diante do adversário desta quinta-feira, em setembro de 2010.

"É muito difícil completar 150 jogos nos dias de hoje. Me veio à cabeça minha primeira partida, em que também saiu meu primeiro gol.

Foi um dia muito especial, pois pude atingir essa marca pelo clube que abriu as portas para mim no Brasil, que me recebeu de braços abertos e onde ganhei meu primeiro título aqui no país", afirmou, citando a participação na conquista da Copa do Brasil de 2011.

Depois de quebrar o jejum de vitórias no Brasileirão, contra o Ceará o Vasco tentará emendar a sua segunda vitória consecutiva, algo que não consegue há mais de dois meses, quando bateu Bangu (2 a 1), pelo Campeonato Carioca, e Avaí (1 a 0), pela Copa do Brasil, respectivamente em 7 e 10 de abril.