Rossi dispara após Vasco sofrer empate no fim: "Tem que ter vergonha na cara"

Já Ricardo Graça declarou que a equipe precisa ficar 'puta' para conquistar os resultados positivos

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 19 (AFI) - Rossi disparou contra a própria equipe do Vasco da Gama após sofrer o empate no minuto final do duelo contra o Avaí, na noite deste domingo, em pleno Estádio São Januário, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante, claramente nervoso, afirmou que o elenco precisa ter 'vergonha na cara'.

"Nos sacrificamos para fazer o gol para depois tomar no último minuto. A torcida compareceu, praticamente encheu o estádio e, no vacilo, sofremos o gol. Precisamos ter vergonha na cara, porque não podemos levar um gol desse. Tem que ter vergonha na cara", disparou Rossi.

Autor do único gol vascaíno no duelo, o zagueiro Ricardo Graça minimizou a declaração do companheiro da equipe, mas também se mostrou chateado com o resultado. "Precisamos fazer mais e falar menos. Todo mundo está aborrecido. A cobrança precisa existir. Tem discussão em campo e tem fora dele. Quem quer ser vencedor, é isso. Empate tem que doer, tem que ficar puto. Agora vamos escutar o que o professor (Luxemburgo) tem a dizer, para que possamos começar a vencer", finalizou.

Rossi disparou contra o próprio Vasco
Rossi disparou contra o próprio Vasco
SITUAÇÃO
O empate não impediu que o Vasco da Gama terminasse a quinta rodada do Brasileirão na lanterna, com apenas dois pontos, contra quarto da Chapecoense, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

O Vasco agora tem uma semana para trabalhar a fim de buscar a reabilitação diante do Fortaleza, em partida marcada para este domingo, às 19h, na Arena Castelão, em Fortaleza.