Apresentado, Luxemburgo promete resgatar autoestima do Vasco e evita falar do Fla

O treinador ainda garantiu que seu objetivo é ser ídolo do clube cruzmaltino

por Agência Estado

Rio de Janeiro RJ, 08 - Sem trabalhar desde outubro de 2017, quando foi demitido do Sport, Vanderlei Luxemburgo foi apresentado nesta quarta-feira como novo técnico do Vasco. E, na entrevista coletiva, o treinador, de 67 anos, destacou o seu prazer de voltar a dirigir um clube no futebol nacional, prometendo resgatar o time carioca, em péssimo momento. Seu contrato será válido até o fim de 2019.

Espaço incorporado por HTML (embed)

"É um prazer voltar ao futebol, voltar a fazer aquilo o que fiz a vida toda. Poder viver esse ambiente, que está no meu DNA. Voltar ao futebol depois de muito tempo parado, olhando muito bem o que o futebol tem acontecido", disse Luxemburgo, que estava acompanhado pelo presidente do Vasco, Alexandre Campello, e por Maurício Copertino, que será o seu auxiliar.

Bastante identificado com o Flamengo, time em que atuou profissionalmente e pelo qual também foi treinador, Luxemburgo tentou deixar no passado a sua relação com o clube da Gávea. Na sua apresentação, lembrou ter trabalhado no Vasco como auxiliar do técnico Antonio Lopes e prometeu ajudar a recuperar a autoestima dos torcedores e jogadores do seu novo clube.

"O Vasco não é uma novidade para mim. Já trabalhei no Vasco com o Antonio Lopes. Sei o que o Vasco tem de fazer, suas necessidades. Minha proposta é vir para cá para trabalhar muito e recuperar a autoestima do clube. É um trabalho que vai dar certo", afirmou.

NADA DE FLAMENGO
Luxemburgo, inclusive, chegou a declarar na entrevista coletiva que não responderia perguntas envolvendo o Flamengo ao ser questionado sobre antiga declaração de que teria recusado oferta anterior do Vasco por sua relação com o time da Gávea. E afirmou que chega motivado a se tornar ídolo da torcida do seu novo clube.

Luxemburgo é o novo técnico do Vasco - Rafael Ribeiro/Vasco
Luxemburgo é o novo técnico do Vasco
"Eu não falei 'não' ao Vasco. Eu disse que não sabia o que poderia acontecer. Eu vou te dizer o que pode acontecer: eu quero me tornar um ídolo do Vasco. Eu nem vou falar do Flamengo. Só vou aceitar perguntas do Vasco. Quero que falem 'esse cara é f...'", disse.

REFORÇOS
O treinador reconheceu que o elenco vascaíno possui limitações, mas evitou falar em reforços. E exaltou a grandeza do clube.

"A primeira coisa que vou fazer é fazer que os jogadores entendam que o Vasco tem um elenco para sair dessa condição. Eu tenho de fortalecer esse elenco que eu tenho. Toda contratação eu digo sempre que é assunto interno", comentou.

Além de Copertino, Luxemburgo também chegará ao Vasco acompanhado do preparador físico Antonio Mello. Ele começará a conhecer o elenco nesta quinta-feira, mas só iniciará, de fato, o seu trabalho na próxima segunda. No domingo, o time vai ser dirigido novamente por Marcos Valadares, no duelo com o Santos, no Pacaembu, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

Em sua carreira como treinador, Luxemburgo acumula triunfos e polêmicas. Passou por grandes clubes como Fluminense, Flamengo, Palmeiras, Santos, Corinthians, Cruzeiro, Grêmio e Atlético-MG, além da seleção brasileira. Fora do País, comandou o Real Madrid e clubes da Arábia Saudita e da China.

SEM TREINADOR
O Vasco estava sem técnico desde a demissão de Alberto Valentim em 21 de abril, logo após a perda da decisão do Campeonato Carioca para o Flamengo. Valadares, treinador do time sub-20. Neste período, o time foi eliminado na quarta fase da Copa do Brasil para o Santos e iniciou o Brasileirão com duas derrotas (Athletico-PR e Atlético-MG) e um empate (Corinthians), o que o deixa na lanterna do torneio, com apenas um ponto.