Carioca: Cedae diz ter chegado a acordo e água voltará a São Januário

Em comunicado publicado pela manhã, a diretoria disse ter "estranhado" a decisão da Cedae em fazer o corte

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 04 - Sem água em São Januário há uma semana em virtude de débito milionário com a empresa estadual de abastecimento, o Vasco deverá ter a situação normalizada em breve. Segundo a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), clube e estatal chegaram a um entendimento.

"Hoje (sexta) foi concluído acordo de repactuação da dívida do Vasco, e dessa forma, será restabelecido o abastecimento do clube", informou a Cedae ao Estado, sem, contudo, revelar detalhes do acordo.

SEM EMPRÉSTIMO

Sem conseguir obter um empréstimo para saldar suas dívidas, a diretoria do Vasco - que também é um clube de regatas - admitira nessa sexta-feira que estava sem o fornecimento de água em São Januário há uma semana. O corte foi realizado em 28 de dezembro pela Cedae, para a qual o clube carioca deve cerca de R$ 10 milhões

Em comunicado publicado pela manhã, a diretoria disse ter "estranhado" a decisão da Cedae em fazer o corte no fornecimento da água.

Cedae diz ter chegado a acordo e água voltará a São Januário
Cedae diz ter chegado a acordo e água voltará a São Januário
NOTA OFICIAL

"O clube manifesta sua estranheza com a adoção de uma medida intempestiva como esta, no último dia útil de mandato da antiga administração estadual, no momento em que negocia com a alta direção da Cedae um acordo para a renegociação de antigas dívidas, no valor aproximado de R$ 10 milhões", havia informado o Vasco em texto publicado em seu site oficial.

O corte no fornecimento de água em São Januário se deu, segundo a direção do clube, à dificuldade em obter um empréstimo bancário de R$ 18 milhões. Trata-se da segunda parcela do empréstimo no valor total de R$ 38 milhões, aprovado pelo Conselho Deliberativo no dia 17 de setembro do ano passado.

 
 
" />