Leandro Castan admite ano ruim do Vasco e quer vitória no Ceará para evitar queda

"Sabemos que a temporada não foi boa, mas iremos fazer de tudo para deixar o Vasco na primeira divisão", disse o zagueiro

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 01 - O Vasco encara o Ceará neste domingo, às 17 horas (de Brasília), na Arena Castelão, em Fortaleza, pela 38.ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. Na definição de quais clubes serão rebaixados, o time de São Januário precisa somar os três pontos para afastar de vez o risco de encerrar a competição nacional na zona da degola.

Leandro Castan, que é o capitão vascaíno desde a lesão do lateral-esquerdo Ramon, admitiu que o ano de 2018 não foi dos melhores para o Vasco e revelou a sua expectativa para o confronto. "Sabemos que a temporada não foi boa, mas iremos fazer de tudo para deixar o Vasco na primeira divisão, que é onde um clube dessa grandeza merece estar. Nossa concentração está lá em cima e o nosso foco é total nessa partida contra o Ceará. Não há nada que a gente mais queira do que encerrar o Brasileiro fora do Z4, até porque queremos muito terminar esse ano com um bom resultado", afirmou o capitão cruzmaltino.

O técnico Alberto Valentim não poderá contar com o zagueiro Henrique e o goleiro uruguaio Martín Silva, que estão machucados, e lateral-direito/meia Yago Pikachu, suspenso por ter sido expulso na derrota contra o Palmeiras.

A provável escalação vascaína é: Fernando Miguel; Luiz Gustavo, Werley, Leandro Castan e Maranhão; Desábato, Andrey, Marrony, Thiago Galhardo e Kelvin; e Maxi López. O argentino levou uma pancada no treino da última sexta-feira, no Rio de Janeiro, e saiu do campo mancando, mas não deve ser problema para este domingo.

O Vasco soma 42 pontos e ocupa o 15.º lugar. Já o Ceará tem 43 e está em 13.º no Brasileirão. Ambos têm chances de classificação para a próxima edição da Copa Sul-Americana.

 
 
" />