Diretoria do Vasco se reúne com torcedores; Lopes deve chegar para apagar incêndio

Campeão da Libertadores como técnico, o delegado deve ser o homem forte do futebol vascaíno

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 10 (AFI) – A paciência da torcida do Vasco da Gama chegou ao fim nesta segunda-feira, após a derrota para o Vitória por 1 a 0 no Barradão. Temendo um quarto rebaixamento, cada vez mais próximo, os torcedores foram a São Januário para protestar e acabaram reunidos com membros da diretoria, incluindo o presidente Alexandre Campello.

A reunião aconteceu de forma pacífica. Campello discutiu inúmeros pontos com os torcedores e explicou a situação interna do clube. Cerca de 40 torcedores estiveram no local, mas apenas dez conversaram com os dirigentes.

VANDALISMO
Apesar da reunião ter sido realizada sem incidentes, durante o dia alguns vândalos picharam muros do Estádio São Januário e chegar a cerca o carro do presidente. Na ocasião, os pseudo-torcedores chutaram e deram socos no veículo, mas acabaram contidos pela polícia.

Antônio Lopes pode voltar ao Vasco da Gama
Antônio Lopes pode voltar ao Vasco da Gama

As principais críticas foram e cima de Alexandre Campello, inclusive na pichação, com os dizeres: “Fora Campello”.

BOMBEIRO
Nos bastidores, fala-se que o Vasco está em busca de um novo diretor de futebol para apagar com o incêndio e selar de vez a paz com os torcedores.

E o nome forte é do delegado Antônio Lopes. O ex-treinador afirmou que não foi procurado por ninguém do clube carioca, mas se disse apto para voltar a trabalhar com futebol.

Antônio Lopes, 77 anos, comandou o Vasco em seis oportunidades. Fez 600 jogos no comando do clube, conquistando três cariocas, um brasileiro, um torneio Rio-São Paulo e uma Copa Libertadores da América, título mais importante conquistado pelo Trem Bala.

 
 
" />