Vasco joga contra Atlético-MG no Brasileirão por vitória para esquecer Estadual

O discurso é o de começar bem para ganhar ânimo para fazer um campanha sólida e brigar mais uma vez por uma das vagas à Libertadores

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 15 - Passada a perda do Campeonato Carioca nos pênaltis para o Botafogo, o Vasco esquece o Estadual e se concentra na rodada inicial do Campeonato Brasileiro diante do Atlético Mineiro, em duelo neste domingo, às 16 horas, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro.

O discurso no Vasco é o de começar bem a competição nacional para, além de deixar para trás de vez o vice-campeonato no Carioca, ganhar ânimo para fazer um campanha sólida e brigar mais uma vez por uma das vagas à Copa Libertadores do próximo ano.

Para isso, terá de fazer também como em 2017 e vencer a desconfiança. A diferença é que nesta temporada o técnico Zé Ricardo estará à frente do time desde o início do torneio. No ano passado, após uma campanha muito irregular, o treinador chegou e, em pouco tempo, arrumou a equipe, que conseguiu, depois de muito esforço, garantir vaga na fase preliminar da Libertadores.

Não bastasse a disputa do Brasileirão, o time tenta a classificação para as oitavas de final da Libertadores e ainda terá a Copa do Brasil pela frente. Então, a atenção está dividida e o time precisa ser reforçado, especialmente após a lesão do atacante Paulinho.

Por outro lado, se não tem Paulinho, o Vasco poderá contar novamente com Rildo até o dia 26 deste mês, quando ele será julgado de novo por fraturar a perna de João Paulo, do Botafogo. Apesar de não ter sido confirmado por Zé Ricardo, deve estar entre os titulares. O atacante foi liberado pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) na última quinta-feira e deve entrar para ocupar a vaga do lesionado Paulinho, que, por sua vez, ficará de molho por cerca de quatro meses.

"A ideia é manter a base que vem jogando. No Brasileiro é importante começar bem, ainda mais que tem a parada para Copa. Importante chegar bem. Temos o dever de estrear bem em casa. Estamos encarando com máxima seriedade. Está definido (o time). Não devemos ter grandes mudanças", disse Zé Ricardo.

Na zaga, apesar de um certo mistério, Zé Ricardo confirmou a entrada do zagueiro Werley entre os titulares. Ele ocupará a vaga do equatoriano Erazo, ausência por questões contratuais, já que o zagueiro ainda tem vínculo com o Atlético Mineiro. O restante do time que irá em campo em São Januário deve ser o mesmo da final do Estadual.

 
 
" />