Vasco chega a acordo e anuncia rescisão de contrato com ex-atacante de Ponte e São Paulo

Em comunicado, o Cruzmaltino agradeceu os serviços prestados por Luís Fabiano ao clube

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 08 - O Vasco anunciou no final da tarde desta quinta-feira a rescisão do contrato com o centroavante Luis Fabiano, que tinha vínculo com o clube carioca até o final desta temporada. O clube comunicou a rescisão por meio de nota em seu site oficial.

No comunicado, o Vasco agradece os serviços prestados por Luis Fabiano, lamenta que a passagem pelo clube tenha sido encurtada e deseja sorte ao jogador.

"Lamentamos que sua passagem por São Januário tenha sido mais breve que a vontade das duas partes. E desejamos, principalmente, que Luis Fabiano recupere-se o mais rápido possível e retome sua carreira com o mesmo brilhantismo que o fez ser tão festejado em sua chegada ao clube", disse a publicação.

INJUSTO...
Também em nota, Luis Fabiano, por sua vez, disse que "não seria justo com o clube e com o torcedor vascaíno fazê-los esperar mais alguns meses pela minha recuperação num momento tão importante para o clube, em meio à Libertadores e Campeonato Carioca".

Segundo o centroavante, a prioridade dele no momento é se dedicar inteiramente à recuperação plena do joelho direito, que foi operado em janeiro. Depois da recuperação, o atleta, que agradeceu o carinho da torcida, diz que pensará no futuro de sua carreira. "O Vasco é um clube que estará sempre no meu coração e de repente é só um até logo", acrescentou.

NA TERRA DA GAROA
Luis Fabiano, inclusive, foi liberado pelo Vasco para se tratar no Reffis do São Paulo, na Barra Funda, na zona oeste de São Paulo. O jogador de 37 anos foi visto na última sexta-feira com muletas na parte interna do CT do clube paulista, pelo qual acumula duas passagem e que deixou em 2015.

Revelado pela Ponte Preta, ídolo do São Paulo e com passagem marcante de cinco temporadas pelo Sevilla, da Espanha, Luis Fabiano sofreu com muitas lesões no período em que esteve no Vasco e não conseguiu emplacar uma sequência, impedindo de fazer o que se esperava dele: gols. Em quase um ano, foram apenas seis gols em 20 partidas pelo clube carioca.

 
 
" />