Após acusações, ex-jogadores e técnico do União Barbarense são absolvidos pelo TJD-SP

Oito jogadores e o ex-treinador Claudemir Peixoto foram absolvidos do caso por conta de falta de provas

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 06 (AFI) - Após inúmeras acusações de manipulação de resultados no decorrer do Campeonato Paulista da Série A3, oito jogadores e o ex-técnico do União Barbarense, Claudemir Peixoto, foram absolvidos de forma unânime na noite dessa segunda-feira, pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Estado de São Paulo (TJD-SP). Apesar disso, paralelo há essa absolvição, ainda há uma investigação em curso na Polícia Civil.

A comissão disciplinar da entidade judiciaria desportiva entendeu que não há provas suficientes para condenar o treinador e os goleiros Tiago Luis e Whadson, o lateral-direito Alex, os laterais-esquerdo Lincon e Souza, o zagueiro Magno e os atacantes Wilker e Magalhães. Todos eles disputaram a terceira divisão paulista pelo União Barbarense, de Santa Bárbara d’Oeste.

Após acusações de manipulação de resultado, União Barbarense é absolvido pelo TJD-SP
Após acusações de manipulação de resultado, União Barbarense é absolvido pelo TJD-SP

Apesar disso, o procurador Vinicius Marchetti Mascaretti afirmou a imprensa presente no julgamento, que ainda pretende recorrer ao caso. De acordo com a denúncia, o técnico Claudemir Peixoto e os oito jogadores teriam feito parte de um grupo que teria manipulado resultados do União Barbarense durante a terceira divisão estadual. O técnico Claudemir Peixoto e do atleta Wilker, foram defendidos pelo advogado Dr. Lucas Cortado.

 
 
" />