Paulista A3: FPF leva denúncia de manipulação de resultados por parte do União ao TJD

O Tribunal de Justiça Desportiva será responsável por analisar o caso na esfera esportiva

por Agência Futebol Interior

Santa Bárbara D’Oeste, SP, 29 (AFI) – Após o Comitê de Integridade analisar a denúncia de manipulação de resultados envolvendo jogadores do União Barbarense e um site de apostas internacional, a FPF, através da corregedora Margarete Corrêa Barreto, levou o caso para o Tribunal de Justiça Desportiva.

A partir dos documentos protocolados pela corregedora, o TJD irá assumir as investigações na esfera esportiva, ao mesmo tempo que a Polícia Civil analisa criminalmente através de um Boletim de Ocorrência realizado pela diretoria do União Barbarense. Oito jogadores estão sendo acusados de manipulação de resultados, além do técnico Claudemir Peixoto.

União Barbarense acusou seus próprios jogadores de manipular resultados
União Barbarense acusou seus próprios jogadores de manipular resultados
O União Barbarense iria a público na última quarta-feira, através de uma coletiva de imprensa, para falar sobre o caso, mas resolveu adotar o ‘voto de silêncio’. A nova tática do Leão é deixar o caso nas mãos da Justiça.

O Leão foi rebaixado à Segunda Divisão do Campeonato Paulista, onde terminou com 17ª colocação, com 17 pontos, na frente apenas de Manthiqueira, Matonense e Mogi Mirim. No empate sem gols diante do Marília, o União Barbarense atuou com um homem de linha no gol. Mesmo assim, não teve sua meta vazada.

No meio das denúncias, os jogadores negam qualquer envolvimento com manipulação de resultados. Já o técnico Claudemir Peixoto afirmou que isso seria uma tentativa da diretoria do União Barbarense desviar o foco do rebaixamento.