Claudemir sobre manipulação do União Barbarense: "falta de respeito da diretoria"

O treinador negou qualquer envolvimento e disse que a diretoria faltou com respeito ao divulgar a acusação antes de procurá-lo

por Agência Futebol Interior

Santa Bárbara d’Oeste, SP, 27 (AFI) – Em entrevista ao Portal Futebol Interior nesta terça-feira, o ex-técnico do União Barbarense, Claudemir Peixoto, comentou sobre as acusações de envolvimento dele e de outros jogadores do clube com um esquema de manipulação de resultados durante a Série A3. O treinador afirmou estar decepcionado com a diretoria, que prestou um BO na última segunda-feira.

“Achei uma falta de consideração da diretoria porque ninguém me ligou. Eles deviam ter me ligado antes de jogar na mídia e fazer o BO. E, se tivesse algo, eles deveriam ter segurado todos os jogadores lá, colocado de frente e levado na delegacia. Mas esperaram eu sair”, afirmou.

“Trabalhei no União por 17 jogos e enquanto eu estava lá não aconteceu nada. Acho estranho que esses comentários só tenham começado depois que eu saí. Eles acharam melhor eu sair, por mim não iria sair, teria ficado até a última rodada”, completou Claudemir.

Claudemir comenta acusações de manipulação do União
Claudemir comenta acusações de manipulação do União

ATLETAS CONFIRMAM

O advogado do União, Régis Godoy, contou que dois atletas confirmaram a situação e, por isso, o clube resolveu prestar queixa. O treinador também comentou sobre isso.

“Os jogadores que fizeram a situação e eu falei com eles e nenhum disse que falou algo sobre as acusações. No Boletim está que Magno e Alex falaram sobre a fraude. Eu conversei com os dois e ambos negaram e me falaram: ‘professor, eles estão procurando pelo em ovo’, afirmou.

TEM QUE PROVAR

“Falaram que eu ganhei R$ 40 mil com isso nos primeiros jogos. Se isso tivesse acontecido, eu teria pegado e saído, não ficado lá até a reta final.

Eu não vi nada suspeito neste período e acho que não tem ninguém do União envolvido em esquema. É complicado você falar, porque tem que provar”, finalizou.