Por coronavírus, time mineiro anuncia dispensa de jogadores e comissão técnica

URT optou por rescindir contrato dos atletas de seu elenco; Ademir Fonseca já foi avisado

por Agência Futebol Interior

Patos de Minas, MG, 31 (AFI) - O URT confirmou nesta terça-feira a dispensa de jogadores e comissão técnica. O pronunciamento antecipou as rescisões contratuais, que acontecerão nos próximos dias. O treinador Ademir Fonseca, inclusive, já foi avisado.

Segundo o supervisor de futebol do clube, Valtinho, toda a comissão técnica de Ademir Fonseca foi dispensada, além da grande maioria dos atletas. Ficarão no elenco apenas os jogadores da base e os com salários menores.

Caso haja futebol no Campeonato Mineiro com o fim do surto do coronavírus, o URT irá contratar uma nova comissão e jogará os dois jogos finais da Primeira Fase com os atletas que permaneceram no clube.

Ademir Fonseca deixa o URT. Foto: Gilber Barros
Ademir Fonseca deixa o URT. Foto: Gilber Barros

PADRÃO
Além do URT, Patrocinense e Uberlândia já avisaram que também começarão do zero assim que a bola voltar a rolar. O mesmo deverá acontecer com o Coimbra. O Villa Nova, por outro lado, busca selar um acordo com os atletas para oficializar a dispensa.

Lanterna do Mineiro, o Tupynambás afirmou que irá segurar seus jogadores até que o estadual seja finalizado. Já o Boa Esporte avisou que aguardará um posicionamento da Federação Mineira de Futebol antes de tomar qualquer providência.

Por fim, o Tombense, que estudou a possibilidade de dispensar seus atletas, voltou atrás e deu férias coletivas por tempo indeterminado para todos.