Paulista A3: Vitor Mosca deixa o Tupã após derrota para o penúltimo colocado

Sob o comando de Vitor Mosca, o Tricolor de Tupã totalizou nove partidas no Estadual, sendo três vitórias, dois empates e quatro derrotas

por Rivail Oliveira

Tupã, SP, 06 (AFI) – Vitor Mosca (foto) não é mais o técnico do Tupã. O treinador pediu demissão do clube na noite do último domingo, horas depois do clube ter perdido para a Santacruzense, por 1 a 0, fora de casa, pela 16.ª rodada do Campeonato Paulista da Série A3. O time ainda corre risco de rebaixamento na competição.

O treinador chegou ao clube com a missão de livra-lo da degola. Não conseguiu, mas amenizou a situação do time na tabela. Hoje o Tupã soma 17 pontos, um atrás da Itapirense, primeiro fora da zona de rebaixamento. Mosca agradeceu a diretoria pela confiança e deseja sorte ao clube nas rodadas finais.

“Saio de forma amigável, pelas portas da frente. Fiz grandes amigos no clube e a diretoria sempre esteve ao nosso lado e fizemos sempre o melhor pelo clube. Saí em comum acordo com a direção e espero que o Tupã encontre seu melhor caminho e nós o nosso”, disse o treinador ao Portal Futebol Interior.

Sob o comando de Vitor Mosca, o Tricolor de Tupã totalizou nove partidas no Estadual, sendo três vitórias, dois empates e quatro derrotas. Marcou dez gols e sofreu nove. O treinador estreou dia 28 de fevereiro com um empate com o Nacional pior 1 a 1 na oitava rodada; depois veio a derrota para a líder Inter por 1 a 0 em Limeira.

E duas vitórias seguidas que tiraram o time momentaneamente da zona de risco: 2 a 1 contra Rio Preto e Cotia; logo a seguir veio um tropeço contra o Barretos, 1 a 0, e contra o Osasco fora, 2 a 1. E ainda um empate com o Primavera, 1 a 1, e uma ótima vitória contra a Francana fora por 3 a 0 . E a derrota fora de casa neste domingo contra a Santacruzense.

O Tupã volta a campo nesta quarta-feira, quando enfrenta o Grêmio Barueri, às 20 horas, no Estádio Alonso Carvalho Braga, em Tupã.

 
 
" />