Mirassol 3 x 1 Red Bull - Leão vence mas não avança a final do Troféu do Interior

Zé Roberto, Carlos Allberto e Rodolfo fizeram para o time da casa, enquanto Branquinho diminuiu para o time campineiro

por Agência Futebol Interior

Mirassol, SP, 15 (AFI) - Jogando no Estádio José Maria de Campos Maia, o Mirassol até fez o dever de casa mas não conseguiu se classificar para a grande final do Troféu do Interior do Campeonato Paulista. Na tarde desse sábado, em jogo válido pela última rodada da fase de grupos, o time mirassolense recebeu e venceu o Red Bull, pelo placar de 3 a 1. Zé Roberto, Carlos Allberto e Rodolfo fizeram para o time da casa, enquanto Branquinho diminuiu para o campineiro.

Luan perdeu um pênalti no jogo desse sábado
Luan perdeu um pênalti no jogo desse sábado
Com os três pontos conquistados, o Mirassol fecha a sua participação na vice-liderança do Grupo 1 com quatro pontos - um a menos que o líder e finalista, Santo André. Pela outra chave, o Red Bull também ficou na segunda colocação, com três pontos conquistados em três jogos. O time do Grupo B que avançou para a final, foi o Ituano, que mesmo derrotado nesse sábado, ficou na primeira colocação.

PRIMEIRO TEMPO
Jogando em casa, a Mirassol ditava o ritmo da partida nos primeiros minutos, principalmente em jogadas rápidas pelos lados do campo, mas encontrava o Red Bull bem postado, pronto para encaixar um contra-ataque e abrir o placar. Mas a primeira chance foi mesmo pelos lados dos donos da casa. Aos 5 minutos, Zé Roberto recebeu na área, limpou os marcadores e chutou. Bem posicionado, o goleiro Saulo conseguiu fazer a defesa, evitando o que seria o primeiro gol do jogo. A resposta do time visitante veio logo em seguida, em uma cobrança de falta de Thallyson que passou perto.

A partir daí, o ritmo da partida caiu um pouco mas os dois times seguiram em cima. Aos 15 minutos, Zé Roberto foi tentar afastar mas acabou dominandando com o braço na área e o arbitro marcou pênalti para o Red Bull. Luan foi para a cobrança, mas André Zuba conseguiu fazer a defesa. Já aos 31 minutos, Rodolfo foi derrubado na área e o arbitro marcou mais um pênalti, dessa vez pelos lados do time da casa. Zé Roberto cobrou e Saulo fez a defesa. Nos minutos finais, ambos os times foram para o tudo ou nada, mas o primeiro tempo terminou mesmo empatado sem gols.

SEGUNDO TEMPO
Assim como no primeiro tempo, o Mirassol voltou do intervalo com tudo. Logo aos 3 minutos, Zé Roberto chutou firme da intermediária mas, ligado no lance, Saulo conseguiu fazer uma bonita defesa. Porém na sequência, o atacante mirassolense não desperdiçou. Aos 10, Zé Roberto recebeu um bom passe na área e na saída do goleiro mandou a bola para o fundo das redes. Na sequência foi a vez do Toro Loko assustar em um chute de Nando Carandina, que foi para fora.

A partir daí, o Red Bull seguiu em cima em busca do empate. Aos 22 minutos, Branquinho - que havia acabado de entrar - recebe na área, limpou os marcadores e na saída do goleiro mandou a bola para o fundo das redes. Porém, após o gol, o Mirrassol acordou e conseguiu voltar a ficar a frente no placar. Aos 35 minutos, Carlos Alberto arriscou de longe e fez. Aos 40, foi a vez de Rodolfo deixar o seu e dar números finais a partida. Até por conta disso, o jogo terminou com a vitória dos donos da casa por 3 a 1.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
3ª rodada
Data
15/04/2017
Horário
15h00
Local
José Maria de Campos Maia - Mirassol (SP)
Árbitro
Marcio Henrique de Gois

Renda
209 pagantes
Assistentes
Fausto Augusto Viana e Enderson Emanoel Turbiani

Público
R$ 4.010,00
Cartões Amarelos
Mirassol: Carlos Alberto
Red Bull Brasil: Willian Rocha, Nando Carandina

Cartões Vermelhos
Red Bull Brasil: Willian Rocha
Gols
Mirassol: Zé Roberto 17' 2T, Carlos Alberto 35' 2T, Rodolfo 40' 2T
Red Bull Brasil: Branquinho 22' 2T
Mirassol
André Zuba;
Guilherme Castilho, Wallace, Edson Silva e Raul;
Willian, Paraíba, Luís Oyama (Lucas Rodrigues) e Rodolfo;
Zé Roberto (Raphael Lucas) e Luis Fernando (Carlos Alberto).
Técnico: Moisés Egert
Red Bull Brasil
Saulo;
Taylor, A. Marques, W. Rocha e Thallyson;
Alison, Nando Carandina e Felipe Soutto (Branquinho);
Bruno Alves (Nixon), Luan (Rodrigo) e Misael.
Técnico: Alberto Valentim