Após imbróglio, FTF decide suspender Campeonato Tocantinense por tempo indeterminado

Anteriormente, a entidade tinha marcado dois jogos para essa terça-feira (06) que não foram liberados pela Polícia Militar

por Agência Futebol Interior

Palmas, TO, 06 (AFI) - A terça-feira (06) foi decisiva para a definição do futuro do Campeonato Tocantinse de 2021. Depois de remarcar dois jogos da sexta rodada para o decorrer do dia que foram suspensos por contrariarem o decreto estadual que proíbe competições oficiais no Tocantins até dia 11, a Federação Tocantinense de Futebol (FTF) decidiu suspender a competição por tempo indeterminado.

A entidade enviou uma nota oficial a representantes dos oito times da elite estadual e a imprensa, na qual confirma a suspensão do estadual e afirma que seguirá acompanhando a evolução da pandemia do Covid-19 para posteriormente deliberar sobre a retomada da competição quando for interesse de todos.

Além disso, também citou que está desistindo da ação ajuizada no judiciário do Tocantins que solicitava à continuidade do campeonato. O duelo entre Gurupi e Interporto que seria realizado nesta manhã se quer chegou a acontecer por determinação da Polícia Militar, que avisou aos clubes que iria cumprir o decreto.

Após imbróglio, FTF decide suspender Campeonato Tocantinense por tempo indeterminado
Após imbróglio, FTF decide suspender Campeonato Tocantinense por tempo indeterminado

CONFIRA A NOTA OFICIAL ENVIADA PARA A IMPRENSA E OS CLUBES:
Prezados Desportistas,

Tendo em vista as inúmeras dificuldades que impossibilitam a continuidade do Campeonato Tocantinense de Futebol Profissional da 1º Divisão, edição de 2021, que são de conhecimento do público, notadamente aquelas decorrentes do combate à COVID-19, com regulamentação editadas pelas autoridades governamentais e sanitárias do Tocantins, a Federação Tocantinense de Futebol atráves de sua diretoria decide;

A) suspender por tempo indeterminado o Campeonato Tocantinense de Futebol profissional da 1ª Divisão edição 2021;

B) manter seu funcionamento em caráter interno para atender as eventuais demandas da Confederação Brasileira de Futebol-CBF, das federações co-irmãs de todo território nacional, e dos clubes filiados, de segunda a sexta-feira no período das 12 as 18 horas;

C) manter-se vigilante, acompanhando a evolução ou involução da covid-19, bem como as decisões dos órgãos competentes, para posteriomente delibaração que melhor atenda os interesses de todos;

D) desistir da ação ajuizada no judiciário do Tocantins por perda de seu objetivo;

E) por fim, cumprimentar e agradecer a união de todos os Presidentes de Clubes da 1ª Divisião que, num esforço conjunto com a diretoria da FTF, lutaram bravamente para manter a sequência do certame e, consequentemente, emprego direto de 320 pais de família do nosso Tocantins.

Atenciosamente,

Leomar de Melo Quintanilha - Presidente da FTF