TOCANTINENSE: Após tragédia, Palmas vence Tocantinópolis e é tricampeão

Este foi o oitavo título estadual do Palmas e o terceiro de forma consecutiva, pois também faturou em 2018 e 2019

por Agência Futebol Interior

Palmas, TO, 14 (AFI) - Mais um campeão estadual do 'interminável' ano 2020 foi definido. Neste domingo, com gol nos últimos minutos, o Palmas venceu o Tocantinópolis por 1 a 0 e conquistou o Campeonato Tocantinense, isso porque a primeira partida terminou empatada por 3 a 3. Tudo ocorreu algumas semanas depois da tragédia aérea que matou o presidente e quatro jogadores.


COBERTURA COMPLETA
O Portal FUTEBOL INTERIOR acompanha todos os Campeonatos Estaduais do Brasil
online pelo PLACAR AO VIVO e também depois com
comentários e destaques da rodada.
Baixe também o Aplicativo - App Placar FI - tanto pelo Google Play como APP Store.

VEJA TODOS OS DETALHES DOS ESTADUAIS


DETALHES DA CONQUISTA

Este foi o oitavo título estadual do Palmas e o terceiro de forma consecutiva, pois também faturou em 2018 e 2019. Com o título, o Palmas garante as vagas para a Copa Verde, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro Série D. O Tocantinópolis também vai para Copa Verde e Série D do Brasileiro.

A conquista do Palmas tem outro destaque além de ser o tricampeonato. Isso porque conquistou de forma invicta. Ao todo, foram 11 jogos, oito vitórias e três empates. Sparta e Atlético Cerrado foram os times que terminaram nas últimas colocações e foram rebaixados

Wilson Gottardo
Wilson Gottardo

TÉCNICO EX-GUARANI

Quem comandou o Palmas nesta conquista foi Wilson Gottardo, que atuou no Guarani no início da década de 1980. Foi convocado para a seleção brasileira quando atuava no Flamengo, onde foi campeão brasileiro em 1992.

No Botafogo, fez parte da conquista do bicampeonato carioca em 1989 e 1990, e do Brasileiro em 1995.

Teve passagens também pelo Náutico, São Paulo e Fluminense, Sport, além do Cruzeiro, onde foi campeão da Libertadores em 1997 e bicampeão mineiro.

BRASILEIRO - ABEL BRAGA CELEBRA MARCA E VITORIA DO INTERNACIONAL

SUPERAÇÃO

No fim de janeiro, o Palmas sofreu um duro baque por conta de um acidente aéreo, que matou Lucas Meira, presidente do clube, os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, e o piloto Wagner.

O JOGO

Os dois times começaram criando chances. O Palmas chegou primeiro com chute de Bruninho e o TEC respondeu com lance perigoso, mas Gil Macena não alcançou a bola. Aos 41, Gil perdeu chance clara.

O segundo tempo foi mais truncado e com menos oportunidades. Quando tudo indicava que a decisão seria nos pênaltis, Rafael Gladiador apareceu aos 39 minutos e fez o gol da vitória com chute no ângulo.