TOCANTINENSE: Interporto segura o empate e conquista o primeiro turno

Muitos torcedores ficaram de fora do estádio, pela lotação nas arquibancadas

por Reinaldo Cisterna

Porto Nacional, TO, 21, (AFI) - O empate contra o Gurupi por 2 a 2 deu ao Interporto neste domingo, o título do primeiro turno do Campeonato Tocantinense. No jogo de ida em Gurupi o Interporto havia vencido por 3 a 1. A conquista desta fase garantiu ainda ao clube portuense a vaga na final do Tocantinense. Caso a equipe também vença esse segundo turno quebrará um tabu de 13 anos sem conquistas.

A última vez que o time foi campeão Estadual foi no ano de 1999. Marcos Paulo, cobrando pênalti, aos 30 minutos do primeiro tempo e Igor, aos 20 da etapa final fizeram os gols do time campeão. Já Ricardo Urubu, aos 16 e Fernando, aos 18, ambos do primeiro tempo anotaram os tentos do Camaleão do Sul.

O árbitro da partida Alisson Furado distribuiu dez cartões amarelos – sendo seis para o Interporto e quatro para o Gurupi. O Estádio General Sampaio, em Porto Nacional recebeu um público pagante de 2 mil torcedores. A direção do clube foi obrigada a fechar os portões, pois o local não comportava mais pessoa e muitos torcedores ficaram fora sem poder a acompanhar a decisão.

Muita emoção!
Antes de começa a partida o técnico do Interporto, Roberto Oliveira, foi surpreendido com a contusão do goleiro Osmair, que sentiu no aquecimento. Ele teve que colocar o reserva Robson. Com a bola rolando logo aos três minutos, o meia Wesley sentiu a coxa direita uma lesão muscular e o Interporto teve que fazer nova mudança, entrando o jovem Lucas das categorias de base. O time parece que sentiu as duas alterações inesperadas.

Com isso, o Gurupi foi para cima e em dois minutos abriu 2 a 0 com Ricardo Urubu, aos 16 e Fernando aos 18 minutos deixando a torcida local desesperada, afinal, o Gurupi precisaria de mais um gol para levantar a taça. Mas para alegria dos portuense, aos 30 minutos, o zagueiro Paulão segurou o atacante Marcelo na área e o árbitro marcou o pênalti. Três minutos depois o meia Marcos Paulo diminuiu para 2 a 1. O Gurupi ainda perdeu outras chances como o lateral-esquerdo Fernando aos 44 que arriscou de fora da área e abola tocou no travessão.

Festa
Mais atento ao jogo, o técnico Roberto Oliveira acertou a marcação do meio-campo e o Interporto cresceu em campo ajudado pela torcida. Aos 4 minutos, o lateral-direito Isac chutou forte da entrada da área e o goleiro Pitanga fez milagre. Aos 9 minutos, novamente o time portuense desperdiçou duas chances reais de gol.

Aos 16, o Gurupi respondeu com o meio-campista Thiago Campos, que acertou um chute forte de fora da área para defesa espetacular do goleiro Robson. Mas aos 21 minutos, em jogada de contra-ataque, o Interporto chegou ao empate. O atacante Igor recebeu na entrada da área passe de Romério e dentro da pequena área cortou o zagueiro e bateu cruzado no outro canto do goleiro Pintanga fazendo 2 x 2.

Depois disso, o Gurupi não conseguiu mais levar perigo e o Interporto ainda teve uma última chance aos 44 minutos quando Isac entrou na área e bateu no ângulo, mas Pitanga fez novo milagre. Placar final 2 x 2 e muita festa nas arquibancadas do General Sampaio.

Agora o Interporto estreia no segundo turno na próxima quarta-feira, ás 20h15 diante do Tocantinópolis na casa do rival. E o Gurupi joga em casa diante do Araguaína na quarta-feira, no mesmo horário.