Paulista A2: João Vallim comenta retomada dos trabalhos no Taubaté: 'Fortalecido'

Burro da Central aparece na segunda colocação, com 21 pontos, um abaixo do líder São Bernardo FC

por Agência Futebol Interior

Taubaté, SP, 27 (AFI) - Muito perto de se garantir no mata-mata e seguir na luta pelo acesso no Campeonato Paulista da Série A2, o Taubaté está ajustando os últimos detalhes para poder trabalhar forte após longa paralisação por conta da pandemia de covid-19. O técnico João Vallim avaliou este cenário.

“Fiquei muito satisfeito com a retomada dos trabalhos. Por enquanto estamos fazendo o protocolo que a federação exigiu, que são os exames, mas estou muito satisfeito devido a ter retornado todos os atletas exceto dois (zagueiro Henrique e atacante Ermínio). Isso faz com que a gente volte fortalecido para dar continuidade ao trabalho que vínhamos fazendo”, afirmou o comandante à assessoria de imprensa alviazul.

MOMENTO ALVIAZUL
Após 12 rodadas da primeira fase, o Burro da Central aparece na segunda colocação, com 21 pontos, um abaixo do líder São Bernardo FC, e dentro do grupo de classificação às quartas de final. Com 18, o São Bento é o primeiro fora do G8.

Foto: Bruno Castilho / EC Taubaté - Foto: Bruno Castilho / EC Taubaté
Foto: Bruno Castilho / EC Taubaté

"Um dos fatores que vai pegar agora vai ser a parte psicológica. Vamos ter que trabalhar muito essa parte. Continuar pondo um espírito de competitividade neles, para que faça bons jogos os que faltam, vamos utilizar esses três jogos dentro da programação de preparação para o mata-mata. Acredito que vamos ter tempo suficiente para deixar eles não cem por cento, mas bem próximo do ideal", assegurou.

"Eu acredito que vai ser outro campeonato com essa retomada, esses três jogos que faltam. Porque muitas equipes perderam muitos atletas, outras se cuidaram, outras não. Agora quem tiver bem vai conseguir se classificar. E tinham muitos que não estavam pensando em classificação e agora estão. Vai ser muito competitivo. Vai ser um novo campeonato, porque tem equipes que estavam forte e agora estão fracas", encerrou.