Taubaté 3 x 1 Portuguesa - Burro da Central tira invencibilidade de Ricardinho

O treinador não havia perdido no comando da Lusa, que continua ameaçada pelo rebaixamento

por Agência Futebol Interior

Taubaté, SP, 23 (AFI) – Em uma noite inspirada do atacante Jorge Mauá, o Taubaté comprovou a boa fase no Campeonato Paulista da Série A2 e retornou ao G8 ao vencer a Portuguesa, por 3 a 1, no Estádio Joaquim de Moraes Filho, pela oitava rodada. Já a Lusa conheceu sua primeira derrota sob o comando de Ricardinho e não conseguiu se distanciar da zona de rebaixamento.

Com três vitórias seguidas (Penapolense, Velo Clube e Portuguesa), o Burro da Central chegou aos 14 pontos e assumiu a quarta colocação, saltando três posições. Enquanto isso, a Portuguesa chegou ao segundo jogo sem vitória - havia empatado com o Bragantino no meio de semana - e estacionou nos nove pontos, em 12º lugar. Dependendo de alguns resultados, a Lusa pode acabar a rodada na degola.

BURRÃO NA FRENTE

O Taubaté começou a partida de forma arrasadora e precisou de apenas três minutos para abrir o placar. Danilo Sacramento cobrou falta, Jorge Mauá deu um leve desvio de cabeça e contou com uma colaboração do goleiro Farley, que escorregou e não fez a defesa. Na sequência, Makanaki recebeu dentro da área e finalizou rasteiro. Dessa vez, o camisa 1 da Lusa evitou o gol.

O atacante Jorge Mauá comemora um de seus dois gols que deram a vitória ao Taubaté - Bruno Castilho / EC Taubaté
O atacante Jorge Mauá comemora um de seus dois gols que deram a vitória ao Taubaté

A resposta da Portuguesa veio em chute de longe do lateral Cesinha, que passou próximo ao gol de Maurício. Aos 19, Carlinhos fez boa jogada individual pela direita e cruzou na segunda trave para Jorge Mauá, que cabeceou com perigo. Na melhor chance da Lusa no primeiro tempo, Bruno Nunes saiu na cara de Maurício e bateu em cima do goleiro.

A Lusa conseguiu equilibrar a partida depois de adiantar a marcação e continuava criando bons lances. Aos 35 minutos, Cesinha fez jogada individual e finalizou para defesa de Maurício, que espalmou pela linha de fundo. Em seguida, Bruno Nunes aproveitou cruzamento e cabeceou bonito, parando novamente no goleiro do Taubaté. Os jogadores do Burro da Central pediram pênalti em cima de Makanaki, mas o árbitro mandou o lance seguir, aos 44.

EMOÇÃO

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Cesinha fez mais uma boa jogada individual, invadiu a área e tocou na saída de Maurício. O goleiro desviou com os pés e viu a bola explodir no travessão. A resposta do Taubaté veio através de Joãozinho, que pegou rebote da falta e finalizou com muito perigo. Com uma marcação ofensiva, a Portuguesa continuava pressionando o Taubaté e foi assim que chegou ao empate.

Aos 24, Joãozinho foi desarmado no meio-campo e Nathan deu lindo lançamento para Moacir, que tocou com categoria na saída de Maurício. A alegria da Portuguesa, porém, durou apenas quatro minutos e o Taubaté se aproveitou de um "apagão" do adversário para matar a partida.

Carlinhos recebeu passe dentro da área e cruzou rasteiro para Jorge Mauá, com o gol aberto, apenas completar. Aos 29 minutos, Joãozinho apareceu nas costas de Digão e, com o bico da chuteira, finalizou por baixo das pernas de Farley.

PRÓXIMOS JOGOS

Os dois times voltam a campo no próximo sábado, pela oitava rodada. O Taubaté enfrenta o Bragantino, às 17h30, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, enquanto a Portuguesa encara o Monte Azul, às 16 horas, no Canindé, em São Paulo.

Ficha Técnica

Fase
1ª Fase
Rodada
8ª rodada
Data
23/02/2016
Horário
19h30
Local
Estádio Joaquim de Morais Filho - Taubaté (SP)
Árbitro
Maurício Antonio Fioretti

Assistentes
Luiz Alberto Andrini Nogueira e Gustavo Rodrigues de Oliveira

Cartões Amarelos
Taubaté: Danilo Sacramento, Rai Diego

Gols
Taubaté: Jorge Mauá 3' 1T, Jorge Mauá 28' 2T, Joãozinho 29' 2T
Portuguesa: Moacir 24' 2T
Taubaté
Maurício,
Carlinhos, Marcelo Godri, Thiago Gomes, Andrezinho (Mineiro);
Rai Diego, Alan Mota, Djalma, Danilo Sacramento (Luciano);
Makanaki (Joãozinho) e Jorge Mauá.
Técnico: Álvaro Gaia.
Portuguesa
Farley;
Digão, Talis, Luan Peres e Cesinha;
Renan, Ferdinando (Caíque), Natan e Marcelo Labarthe;
Diego Gonçalves (Moacir) e Bruno Nunes (Guilherme).
Técnico: Ricardinho.
 
 
" />