Paulista A3: Técnico do Taboão da Serra analisa empate com Barretos

Os visitantes abriram dois gols de vantagem, mas os mandantes tiveram forças para reagir e buscar o 2 a 2

por Agência Futebol Interior

Taboão da Serra, SP, 13 (AFI) - O técnico Luciano Quadros estreou à frente do Taboão da Serra, substituindo Baiano, na última sexta-feira, diante do Barretos, no José Liberatti, em Osasco, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista da Série A3. Os visitantes abriram dois gols de vantagem, mas os mandantes tiveram forças para reagir e buscar o empate por 2 a 2. O comandante da casa comentou o resultado.

"Um empate de busca, de superação, onde a gente tomou dois gols em situação individual, de falha. Mas o que a gente implantou na semana, de ter um time mais intenso, aguerrido, que jogue a divisão realmente, pelo menos isso, acho que conseguimos corresponder. A gente chegou segunda-feira, então, tinha muita coisa a ser passada, informação tática, movimentação. O que foi mais importante foi a atitude, o aguerrimento com um homem a menos no final. Todo mundo se doou muito", disse o treinador em entrevista ao jornal O Taboanense.

Luciano Quadros, técnico do Taboão da Serra - Foto: Reprodução
Luciano Quadros, técnico do Taboão da Serra - Foto: Reprodução

SEQUÊNCIA
O próximo desafio do Cão Pastor, 14º colocado, com nove pontos, acontece no domingo, às 10h. A equipe vai até o Estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo, encarar o EC São Bernardo. O Cachorrão do ABC está logo à frente, em 13º, com 12 pontos.

"Temos uma semana para trabalhar, implantar ideia para que esse time seja mais compacto, tome decisões melhores. O nosso um contra um é bom, aí, quando supera a marcação, precisamos trabalhar a bola final para tomarmos uma decisão melhor no passe, no chute. Vamos tentar colocar isso em prática, trabalhar mentalmente esses jogadores para que eles cada vez acreditarem mais na proposta de jogo que essa divisão precisa, que é a intensidade, para que a gente saia dessa situação", completou Luciano Quadros.