Segundona: Taboão da Serra demite Luiz Muller após três rodadas

Em três jogos, Muller colecionou uma vitória, um empate e uma derrota

por Agência Futebol Interior

Taboão da Serra, SP, 24 (AFI) – Durou apenas três rodadas a passagem de Luiz Muller (foto abaixo) no Taboão da Serra. O treinador foi demitido nesta quarta-feira pela diretoria do clube, que já estuda alguns nomes para a sequência do Campeonato Paulista da Segunda Divisão.

Em três jogos, Muller colecionou uma vitória, um empate e uma derrota. Logo na sua estreia o Taboão goleou o Guarulhos, por 4 a 1, em casa. Depois o time arrancou empate sem gols com o Diadema, fora de casa; e na última rodada perdeu para o Jabaquara, por 2 a 1, diante dos seus torcedores.

“O Luiz Muller estava desanimado com a atual situação que a equipe se encontra após a última derrota. Então é melhor trazer alguém que acredite no time, um sangue novo. Estamos apenas a três pontos do G4 e temos que lutar pela classificação. Agora é dar continuidade ao trabalho e bola pra frente”, disse o presidente do Cats.

Três nomes são especulados no time: Lelo, responsável pelo acesso do Primavera na Segundona do ano passado; Felício Cunha, com passagem de sucesso no São Carlos e outros times do interior; e o Rafael Andrade, ex-Flamengo de Guarulhos, Batatais e que estava no Nacional, de Rolândia, no Paraná.

O Taboão da Serra é apenas o oitavo colocado do Grupo 3, com dez pontos ganhos. Três atrás do Mauaense, primeiro no G4. Na próxima rodada o time enfrentará o Ecus, fora de casa.

Colaborou Ricardo Lima

 
 
" />