Campeões inéditos e times que nem existem mais: Relembre a última década no MS

Nos últimos dez anos, seis times diferentes levantaram a taça do estadual e o único bicampeão já nem existe mais

por Agência Futebol Interior

Campo Grande, MS, 26 (AFI) – Ainda não se sabe qual será o desfecho da edição de 2020 do Campeonato Sul-Mato-Grossense, ainda mais por conta da pandemia de coronavírus, que paralisou essa e praticamente todas as outras competições pelo Brasil e o mundo.

O que é garantido é que a competição vem mantendo um grande equilíbrio e um verdadeiro rodízio entre os campeões. Nos últimos dez anos, seis times diferentes foram campeões, sendo que desde 2014 não há campeões repetidos.

Relembre as conquistas do Campeonato Sul-Mato-Grossense nos últimos dez anos:

2010: Comercial
Segundo maior campeão do estado, o Comercial faturou o título em 2010, voltando a comemorar o feito que não vinha há nove anos. Na decisão, mais de 13 mil pessoas acompanharam a vitória por 1 a 0 sobre o Naviraiense no estádio Morenão. Esse foi o oitavo título da equipe de Campo Grande, que ainda iria vencer pela nona vez em 2015.

2011: CENE
A última década foi a de consagração do CENE como uma das forças do Mato Grosso do Sul. A equipe fundada em 1999 foi campeã do estado pela primeira vez em 2002 e chegou ao seu quarto título em 2011. Outros ainda viriam pela frente nos próximos anos.

2012: Águia Negra
Outra força emergente do futebol sul-mato-grossense é o Águia Negra, que já tinha um título conquistado em 2007 e ergueu a taça pela segunda vez em 2012. A equipe de Rio Brilhante, que segue até hoje como uma das principais forças do estado, enfrentou o Naviariense na final e conquistou o título com dois empates: 1 a 1 em Naviarí e 0 a 0 em casa.

2013 e 2014: CENE
O auge da breve história do CENE foi entre 2013 e 2014, quando a equipe conquistou o único bicampeonato dos últimos dez anos no futebol sul-mato-grossense. O time que chegou a ter o atacante Keirrison entre as joias reveladas, no entanto acabou encerrando suas atividades em 2018 e já não disputa mais competições.

2015: Comercial
Cinco anos depois da última conquista, o Comercial chegou ao nono título em 2015, seguindo na briga contra o Operário, maior campeão do estado e que, na época, só tinha um título a mais. A final foi contra o surpreendente Ivinhema, que eliminou equipes mais tradicionais como o Corumbaense, mas não resistiu ao Comercial na final. O time de Campo Grande empatou o jogo de ida sem gols e venceu na volta por 3 a 2.

2016: Sete de Setembro
Em 2016, o Sete de Setembro, da cidade de Dourados, foi o primeiro campeão inédito da década. A equipe que nunca tinha conquistado o estadual alcançou a façanha justamente contra o Comercial, que buscava o segundo título seguido. Na final, o time do interior venceu duas vezes, por 2 a 1 e por 2 a 0.

Força emergente no Mato Grosso do Sul, o Águia Negra é o atual campeão
Força emergente no Mato Grosso do Sul, o Águia Negra é o atual campeão
2017: Corumbaense
No ano seguinte, foi a vez do Corumbaense voltar a gritar ‘é campeão’ depois de 33 anos. A equipe que só tinha um título estadual, conquistado em 1984, voltou a vencer em final contra o Novoperário, outra equipe emergente do futebol sul-mato-grossense e que chegava a sua primeira final. Depois de um empate por 1 a 1 no jogo de ida, o time de Corumbá venceu por 2 a 1 na volta para garantir a conquista.

2018: Operário
Maior campeão do estado, o Operário de Campo Grande vivia um período de seca e não era campeão desde 1997, mas voltou ao posto mais alto do pódio em 2018, evitando ainda o bicampeonato do Corumbaense. Na final, cada equipe venceu uma partida por 1 a 0 e o Operário se sagrou campeão pela melhor campanha.

2019: Águia Negra
Por fim, o atual campeão é o Águia Negra, que tenta o bicampeonato em 2020 e aparece como uma das grandes forças do estado novamente. Na ocasião, a equipe de Rio Brilhante chegou aos seu terceiro título superando o Aquidauanense na final, com uma vitória por 2 a 1 e uma derrota por 1 a 0.