Volante consegue liminar na Justiça e Sport tem 24 horas para liberar ex-Confiança

Thallyson cobra sete meses de salários, além de 13º, férias e parcelas do FGTS. O valor total é de aproximadamente R$ 809 mil.

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 23 (AFI) - O volante Thallyson não pertence mais ao Sport. O jogador de 24 anos conseguiu uma liminar na Justiça, liberando-o de seu contrato, que iria até julho de 2022. O motivo foi atrasos salariais.

Thallyson cobra sete meses de salários, além de 13º, férias e parcelas do FGTS. O valor total é de aproximadamente R$ 809 mil.

Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife
Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife
A liberação do atleta deve ser efetuada em 24h, sob pena de multa de R$ 1 mil por dia. A Federação Pernambucana de Futebol e a Confederação Brasileira de Futebol também foram oficiadas.

Revelado pelo Sport, Thallyson ficou até 2018, quando foi emprestado ao Boa Esporte-MG. Depois voltou, mas só fez um jogo antes de ser emprestado ao Confiança em 2019.

O Campeonato Pernambucano foi paralisado antes da última rodada. Santa Cruz e Salgueiro já estão classificados para a semifinal, enquanto Retrô, Náutico, Sport e Afogados disputariam as quarta de final, mas Central e Petrolina também têm chances.