Justiça revoga suspensão e dá prazo de 15 dias para Sport pagar ídolo

A decisão foi tomada pelo Desembargador José Luciano Aleixo da Silva, do Tribunal Regional do Trabalho

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 29 (AFI) - A briga entre Sport e o goleiro Magrão na Justiça ganha capítulos a cada dia. Após o clube pernambucano conseguir suspender os pagamentos das dívidas que possui com o ex-atleta, a Justiça acatou recurso, retomou o acordo e deu prazo de 15 dias para pagar a parcela de maio, vendia no último dia 15.

A decisão foi tomada pelo Desembargador José Luciano Aleixo da Silva, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 6ª Região e cabe recurso.

Foto: Williams Aguiar/Sport
Foto: Williams Aguiar/Sport
ENTENDA O CASO

Magrão, quando jogava pelo Sport, ficou um bom tempo sem receber. Sem ver luz no fim do túnel, ele colocou o Sport na Justiça e conseguiu vencer a ação de R$ 5 milhões.

Após isso, as duas partes entraram em acordo sobre o parcelamento de R$ 1,8 milhão.

O valor foi dividido em 44 parcelas de cerca de R$ 42 mil, que começaram a ser pagas em agosto de 2019.

Em abril, Magrão e Sport entraram em acordo e adiaram as parcelas de abril e junho. As de maio e julho serão pagos 50% (cerca de R$ 21 mil). Os valores que faltarem desses quatro meses serão pagos ao fim das 44 parcelas.

MULTA

O Sport, porém, havia conseguido suspender os pagamentos por 90 dias na Justiça, o que agora foi revogado. Caso o Sport não pague a parcela de maio em 15 dias, estará sujeito à multa de 100% do valor da parcela.