Após Cruzeiro, mais times de Séries A e B do Brasileiro devem ser punidos pela Fifa

O prazo do Sport para pagamento de dívida com atacante André foi até a última terça-feira

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 20 (AFI) - A perda de seis pontos do Cruzeiro na Série B do Campeonato Brasileiro, através de uma punição importa pela Fifa por dívidas com clubes do exterior, abriu os olhos de demais clubes do país. Tudo leva a crer que o Sport será o próximo a sofrer sanções da entidade.

O time pernambucano deve um total de R$ 5,5 milhões ao Sporting, de Portugal, pelo atacante André. A data limite imposta pela Fifa para realizar a quitação era até a última terça-feira.

No entanto, o mesmo não foi feito. A Federação Pernambucana de Futebol diz ter um acordo com o clube português, mas até o momento nada foi confirmado.

O Sport já está proibido de registrar novos jogadores por causa da dívida. Como não quitou-a tudo leva a crer que terá seis pontos a manos em relação a seus rivais no próximo Campeonato Brasileiro. A Fifa deverá falar sobre a situação do rubro-negro nos próximos dias.

Sport poderá ser o próximo time a ser punido pela Fifa
Sport poderá ser o próximo time a ser punido pela Fifa

O Artigo 15 do Código Disciplinar da Fifa diz: "No caso de clubes, ao expirar o prazo final (30 dias após o prazo inicial) e no caso de persistir a inadimplência ou falha no cumprimento integral com a decisão dentro do prazo estipulado, terá uma proibição de transferência pronunciada até o valor total ser pago ou a decisão não-financeira ser cumprida. Uma dedução de pontos ou rebaixamento a uma divisão inferior também pode ser ordenada, além de uma proibição de transferências em caso de falha persistente, ofensas repetidas ou infrações sérias ou se nenhuma transferência completa puder ser imposta ou veiculada por qualquer razão."

ABC
Em contato em off com a reportagem, o ABC também confirmou que está com dívidas internacionais, mas não quis revelar o montante e nem para quais clubes. No entanto, foi confirmado que o clube, assim como o Cruzeiro, deveria já ter sido notificado pela Fifa.