Vice de futebol do Sport promete quitar salários atrasados até o fim do Brasileirão

Apesar dos problemas fora de campo, o time pernambucano vem de três vitórias seguidas e saiu do Z4

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 06 (AFI) – A vitória por 1 a 0 sobre o Ceará, na segunda-feira, tirou o Sport da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro, mas a situação do clube ainda é delicada. Além de brigar pela permanência na primeira divisão, o elenco do Leão vem cobrando o acerto de três meses de salários atrasados.

O vice-presidente de futebol do clube, Laércio Guerra, explicou a situação e prometeu que todas as pendências serão acertadas rapidamente.

FLUXO DE CAIXA

“É importante não deixar de responder esse tipo de coisa porque é um problema público. Antes de entrar, entendemos que a situação financeira do Sport não era tão preocupante quanto colocado. Ainda temos um problema de fluxo de caixa, mas a receita está entrando”, afirmou.

O dirigente ressaltou ainda a importância de problemas extra-campo não estarem pesando no desempenho da equipe, que vem de três vitórias seguidas nas últimas rodadas do Brasileirão.

“O importante é que esse problema não está afetando os jogadores. Temos um ambiente leve. Estou aprendendo com o futebol ainda, junto com Aluísio Maluf (diretor de futebol) e Milton Cruz (treinador), vejo que está tudo sendo muito leve”, analisou.

Mesmo assim, ainda não há uma definição e quando as pendências serão quitadas, mas Guerra estipulou que os acertos devem ser feitos até o fim do Campeonato Brasileiro.

“A gente não gosta de colocar data. Eu fiz questão, na última reunião, de dizer que até o fim do campeonato todos os problemas estarão resolvidos. Eu assumi esse compromisso com eles. Eles estão conscientes disso. O jogo é sempre aberto”, finalizou.

 
 
" />