Seleção FI do Brasileirão tem He-Man e Cano no ataque e é comandada por Abel

O treinador do Internacional brilhou contra Renato Gaúcho, do Grêmio, no último domingo

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 24 (AFI) - A 32ª rodada do Campeonato Brasileiro colocou o Internacional com vantagem na briga pelo título. Além de vencer o Gre-Nal, de virada, os adversários da briga pela taça, São Paulo, Flamengo e Atlético-MG, tropeçaram, dando ainda mais espaço na ponta da tabela para o Colorado.

A equipe foi formada por jogadores interessantes, como He-Man, do Goiás, Cano, do Vasco da Gama, isso sem falar de Claudinho, figura constante entre os melhores do torneio, Calegari e o goleiro-artilheiro Jean.

O técnico só poderia ser um. Abel Braga está tirando leite de pedra no Internacional, que engatou a oitava vitória consecutiva e está muito perto do título brasileiro.

CONFIRA A SELEÇÃO DA 32ª RODADA:


Jean é um dos pilares do Atlético-GO
Jean é um dos pilares do Atlético-GO

Goleiro: Jean (Atlético-GO)
Mais uma vez o goleiro foi decisivo para a conquista de três pontos do time goiano. Quando o jogo ainda estava zero a zero ele defendeu um pênalti e depois, ainda no primeiro tempo, converteu o primeiro gol. A vitória, por 2 a 0, em cima do Fortaleza praticamente assegurou o Atlético-GO na elite em 2021, porque agora já tem 42 pontos.

Lateral-direito: Calegari (Fluminense)
Vem sendo o jogador mais regular do Fluminense na temporada. Calegari fez mais uma partida segura no triunfo por 2 a 0 diante do Botafogo. Tomou conta do lado direito de campo, não deu espaço para os jogadores ofensivos do rival e ainda apoiou bem no ataque. É uma grata surpresa da equipe das Laranjeiras.

Zagueiro: Iago Maidana (Sport)
Tem sido um gigante na defesa do Leão da Ilha. Não só pela eficiência na marcação, principalmente, pelo alto, como também por empurrar o time ao ataque. Fez um gol onde quase enfiou a cabeça, mas meio sem jeito, completou para as redes com a parte lateral do pé. Valeu o 2 a 0 para o Sport em cima do Bahia e um alívio nesta rodada ficando fora da zona de rebaixamento. Destaques no rubro-negro também para a boa movimentação do lateral-esquerdo Junior Tavares e para o gol de bicicleta de Thiago neves, artilheiro do time com cinco gols.

Zagueiro: David Duarte (Goiás)
O defensor do Goiás foi importantíssimo para a vitória do time de Goiânia, de virada, sobre o Santos, na Vila Belmiro. Além de ter ajudado o Verdão defensivamente, impedindo o Peixe de fazer gols, o zagueiro fez o gol de empate do Goiás, aos 14 minutos do segundo tempo, após cobrança de escanteio, iniciando a reação do time da Serrinha.

Abner brilhou pelo Athletico
Abner brilhou pelo Athletico

Lateral-esquerdo: Abner (Athletico-PR)
O Athletico-PR teve as principais chances do primeiro tempo da vitória sobre o Flamengo, apesar de o placar da metade inicial ter ficado empatado por 1 a 1. E o principal responsável por isso foi o ex-jogador da Ponte Preta. Aproveitando o confuso sistema defensivo adversário, teve duas ótimas chances em bobeadas de Isla e Everton Ribeiro. Em uma delas, aproveitou cruzamento preciso de Nikão para abrir o placar. No restante do confronto, fez partida muito sólida, ofensiva e defensivamente.

Volante: Lima (Ceará)
Fez uma grande partida na vitória do Ceará por 2 a 1 sobre o Palmeiras. Ao lado de Vina, Lima ganhou em produtividade e virou decisivo. Foi ele quem abriu o placar após falha grotesca de Gustavo Scarpa. O volante também participou da jogada que acabou em pênalti, convertido por Vina.

Meia: Martín Benítez (Vasco da Gama)
Participou ativamente dos dois últimos gols dos cariocas na vitória sobre o Atlético-MG. Aos 31 minutos do primeiro tempo, encontrou Léo Matos livre na ponta direita; o lateral fez cruzamento na medida para Yago Pikachu, que acertou a trave e pegou o próprio rebote para ampliar. Já aos 13 da etapa complementar, regeu o Gigante da Colina em bela troca de passes até acionar Germán Cano, que dominou com estilo antes de marcar lindo tento.

Claudinho é o destaque do Bragantino
Claudinho é o destaque do Bragantino

Meia: Claudinho (Red Bull Bragantino)
Como está jogando bola esse Claudinho. O jogador fez mais uma partida excelente na vitória por 2 a 0 para cima do Corinthians, em plena Neo Química Arena. Tem gol, tem participação de um dos destaques do Campeonato Brasileiro. Vai ter muita gente grande querendo a contratação do atleta.

Atacante: Lucas Braga (Santos)
Apesar da derrota do Santos para o Goiás, por 4 a 3, vale destacar a grande atuação de Lucas Braga. O jogador cresceu muito nas últimas partidas e pode ser uma das armas do Peixe na Libertadores. Contra o Esmeraldino fez um gol, deu uma assistência e foi um dos mais perigosos do alvinegro.

Atacante: Rafael Moura (Goiás)
O He-Man foi, mais uma vez, peça-chave para uma vitória do Goiás. Melhor jogador da equipe na primeira etapa, criando chances perigosas de gol, o atacante foi autor de dois dos quatro gols da equipe no jogo.

O primeiro, aos nove minutos do segundo tempo, iniciou a reação do Verdão na partida. Rafael Moura aproveitou um desvio em cobrança de escanteio e fez o primeiro do Goiás na partida. Com 3 a 2 no placar, o atacante aproveitou uma falha da defesa, limpou a zaga e tocou por cobertura na saída do goleiro, fazendo 4 a 2 para os goianos.

Cano é o artilheiro do Vasco
Cano é o artilheiro do Vasco

Atacante: Germán Cano (Vasco da Gama)
Mostrou mais uma vez que 'fede a gol'. Foi 'o cara' da importantíssima vitória, por 3 a 2, sobre o Atlético-MG, em São Januário. Aos 17 minutos do primeiro tempo, acompanhou Léo Matos, que roubou a bola e deixou o argentino livre para cutucar e abrir o placar.

Já aos 13 da etapa complementar, recebeu assistência de Martín Benítez, dominou no peito e, de primeira, com o pé esquerdo, sem deixar cair, acertou um tirambaço, fazendo 3 a 0.

VEJA OS GOLS DO GRE-NAL

Treinador: Abel Braga (Internacional)
Abel Braga já merece cadeira cativa na seleção do Brasileirão. O técnico está fazendo por onde. Mesmo perdendo para o Grêmio faltando dez minutos para o apito final e com todo tabu envolvido, o treinador não se intimidou, fez mudanças cruciais e deu total confiança para seus comandados viraram o placar. O Internacional, agora, é o grande favorito ao título.

Abel Braga é o técnico da seleção
Abel Braga é o técnico da seleção