Seleção FI do Brasileirão tem supremacia paulista e técnico do famoso 'tiki-taka'

Fernando Diniz comandará a equipe recheada de jogadores de times de São Paulo

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 02 (AFI) - Dos 11 jogadores da Seleção FI da 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, sete são de clubes paulistas, destaque para o goleiro Tiago Volpi, que defendeu dois pênaltis e deu assistência na vitória por 4 a 1 do São Paulo diante do Flamengo. Os intrusos são de Grêmio, Sport, Coritiba e Fluminense.

A rodada ainda embolou a briga pela liderança. O Internacional, apesar da derrota, segue em primeiro, com o Flamengo na cola, com a mesma pontuação. O Atlético Mineiro, em terceiro, também foi derrotado e ficou com 32. Os adversários aproximaram.

O técnico também é de um clube paulista. Pelo nó tático em cima de Torrent, do Flamengo, Fernando Diniz foi o escolhido para comandar a seleção de craques do Futebol Interior.

Confira a Seleção FI da 19ª rodada do Brasileirão:

Goleiro:
Tiago Volpi (São Paulo)
- Tiago Volpi foi um monstro na vitória do São Paulo por sonoros 4 a 1 para cima do Flamengo. O goleiro, acredite se quiser, deu uma assistência para gol e defendeu duas penalidades máximas, chutas por Bruno Henrique e Pedro. Se tivesse torcida, teria calado o Maracanã e saído de campo ovacionado pelos tricolores.

Orejuela fez bom jogo contra o Bragantino
Orejuela fez bom jogo contra o Bragantino

Lateral-direito:
Orejuela (Grêmio) -
Fez boa partida na vitória do Grêmio por 2 a 1 diante do Red Bull Bragantino. Ofensivo, o lateral não deu sossego para o rápido time do adversário. Ainda foi muito eficaz no ataque, tendo marcado o segundo gol tricolor, em um belo chute de dentro da área

Zagueiro:
Nino (Fluminense)
- Jogou muito na vitória do Fluminense por 1 a 0 para cima do Fortaleza, no Castelão. Foi motivo de pesadelos aos atacantes do Tricolor Cearense. Fez uma partida segura, venceu todas pelo alto e ainda contribuiu muito nos desarmes. Foi um gigante.

Zagueiro:
Gil (Corinthians)
- Fez uma partida beirando à perfeição na vitória contra o Internacional por 1 a 0, tanto que Thiago Galhardo pouco conseguiu produzir no duelo. Gil parece ter retomado o bom futebol de outrora, quando se tornou um dos melhores do futebol brasileiro. Quando joga bem, difícil alguém passar por ele.

Lateral-esquerdo:

Marinho é o cara do Santos
Marinho é o cara do Santos

Viña (Palmeiras) - Tomou conta do contestado lado esquerdo do Palmeiras. Vem contribuindo muito com assistências e mais uma vez participou diretamente dos gols da equipe alviverde na vitória contra o Atlético Mineiro. É jogador de seleção.

Volante:
Jobson (Santos) -
Jogou muita bola na vitória contra o Bahia. Além de ser o 'carregador de piano' no sistema defensivo, apareceu bem ao ataque, tanto que deu uma assistência e ainda deixou o seu. Tem sido pela importante nesse surpreendente Santos, do técnico Cuca, no Campeonato Brasileiro.

Meia:
Matheus Galdezani (Coritiba)
- Foi um dos destaques no triunfo do Coritiba por 1 a 0 em cima do Atlético Goianiense. Fez o gol, jogou bola na trave e foi o principal atleta ofensivo e participou muito na criação de jogadas. Parecia até que tinha dois Galdezanis no jogo.

Thiago Neves jogou muito na vitória do Sport
Thiago Neves jogou muito na vitória do Sport

Meia:
Thiago Neves (Sport) -
Começou a engrenar no Sport. Na vitória, por 1 a 0, contra o Athletico fez total diferença. Ditou o ritmo do jogo, foi o maestro e ainda fez o gol da vitória na Ilha do Retiro. É o diferencial do rubro-negro nesta temporada. A permanência na divisão passará muito por seus pés.

Atacante:
Marinho (Santos)
- Sempre ele! Marinho tem carregado o Santos nas costas. Na vitória, por 3 a 1, frente ao Bahia, não foi diferente. O atacante marcou um gol e deu uma assistência. Além disso, chamou a responsabilidade, recebeu inúmeras faltas e foi quem criou as principais oportunidades de gol da equipe.

Wesley fez mais um grande jogo com o Palmeiras
Wesley fez mais um grande jogo com o Palmeiras

Atacante:
Wesley (Palmeiras)
- Cresceu muito de produção com o auxiliar Andrey Lopes. Mostrou ser um jogador muito rápido e talentoso. Mais uma vez, foi um dos atletas mais perigos do Palmeiras na vitória por 3 a 0 frente ao Atlético Mineiro. É, sem dúvida, uma das maiores revelações da equipe alviverde nos últimos anos.

Atacante:
Brenner (São Paulo)
- Vive uma grande fase com a camisa tricolor. É uma peça essencial nessa boa fase do São Paulo sob o comando de Fernando Diniz. Contra o Flamengo, não foi diferente. Mostrou seu faro de artilheiro e não deu sossegado ao bagunçado sistema defensivo do rubro-negro.

Técnico:

Fernando Diniz é o técnico da Seleção FI
Fernando Diniz é o técnico da Seleção FI

Fernando Diniz (São Paulo) - Ganhou moral no São Paulo com a sequência positiva no Campeonato Brasileiro. A vitória contundente contra o Flamengo deve ter selado sua permanência até o final da temporada, independentemente do futuro do clube na Copa Sul-Americana. Deu nó tático em Domenec e conseguiu tirar o máximo frente ao favorito ao título do torneio.