Com goleiro ex-Flamengo e Corinthians e ‘Novo R10’, confira Seleção FI da Série C

O comandante deste timaço é Vinícius Bergantin, que conseguiu consolidar o Ituano entre os quatro melhores do Grupo B

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 16 (AFI) - A 15.ª de 18 rodadas da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C chegou ao fim nesta segunda-feira (16), com três jogos, após ser aberta na sexta-feira (13). Alguns dos destaques foram o Botafogo-PB, que deixou a zona de rebaixamento do Grupo A, e o Ituano-SP, que se consolidou entre os quatro melhores do Grupo B. É em meio a esse cenário que chega a Seleção FI.

Do Belo, vêm: o goleiro Felipe, ex-Corinthians e Flamengo, que parou em penalidade máxima de Alan Mineiro, e o volante Everton Heleno, autor do gol alvinegro. O comandante deste timaço é o rubro-negro Vinícius Bergantin. Também merece atenção ao fato de que o meia-atacante Celsinho - o ‘Novo Ronaldinho Gaúcho’ - reestreou com estilo pelo Londrina e cavou um lugar entre os melhores.


Celsinho
Celsinho
Celsinho


COMO ELES FORAM NA RODADA?

Goleiro: Felipe (Botafogo-PB) - Ele mesmo. Ex-Corinthians e Flamengo, o arqueiro está aqui! Afinal de contas, ele fechou o gol na vitória do Alvinegro da Estrela Vermelha sobre o Vila Nova, fora de casa, pelo placar de 1 a 0. O destaque ficou para a defesa de pênalti batida pelo experiente Alan Mineiro.

Lateral-direito: Tony (Paysandu) - Embalado após duas vitórias seguidas, o Papão conseguiu se manter no G4 ao vencer o lanterna Imperatriz-MA, por 3 a 0. Apesar da ampla vitória, o time da Curuzu também fez uma boa partida defensivamente e um dos destaques foi o ala. Além de ter sido impecável nos desarmes, ele também ajudou quando foi possível no ataque.

Zagueiro: Railon (Jacuipense-BA) - Em um duelo de poucos destaques, mas importante na briga contra o Z-2, o Jacupa conseguiu um ponto precioso ao empatar sem gols diante do Ferroviário. Boa parte do resultado deve-se à boa atuação do sistema defensivo baiano. Com uma atuação segura, o ‘xerifão’ ajudou a frear o ímpeto cearense, afastando as bolas cruzadas na área e interrompendo as principais jogadas de perigo dos mandantes.

Zagueiro: Léo Rigo (Ituano) - O Galo de Itu foi ao estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC), e sofreu certa pressão, especialmente enquanto o placar esteve zerado. No entanto, conseguiu se segurar, muito por conta da atuação do defensor.

Felipe
Felipe

Lateral-esquerdo: Leonan (Santa Cruz) - O Santa Cruz venceu pela sétima vez seguida na competição e contou com bom futebol apresentado pelo lateral, que soube bloquear as investidas do Remo e ajudar no sistema ofensivo quando precisou. O time pernambucano mereceu o resultado positivo de 2 a 0, em pleno Mangueirão, o que não acontecia desde o ano de 1990.

Volante: Everton Heleno (Botofogo-PB) - Foram dos pés dele que saiu o gol da vitória do Alvinegro da Estrela Vermelha sobre o Vila Nova, em pleno OBA, em Goiânia. O meio-campista aproveitou cruzamento rasteiro para se esticar todo e ir às redes. Com o resultado, o Belo engata duas vitórias seguidas e deixou a zona de rebaixamento.

Vinícius Bergantin
Vinícius Bergantin

Meia: Adenílson (Londrina) - Foi o 'cara' da importante vitória alviceleste sobre o Brusque. Afinal de contas, aos sete minutos do primeiro tempo, converteu o pênalti que abriu o placar. Já aos 24 da etapa complementar, serviu Celsinho, que marcou e fechou o placar em 2 a 1 para o Tubarão.

Meia: Celsinho (Londrina) - O 'Novo Ronaldinho Gaúcho' reestreou com a camisa alviceleste da melhor maneira possível. Foi colocado em campo aos 24 minutos do segundo tempo - e, segundos depois, foi acionado por Adenílson e bateu para fazer o gol que fechou o placar sobre o Brusque: 2 a 1 para o Tubarão!

Atacante: Nicolas (Paysandu) - Sem dúvidas, o centroavante não poderia ficar de fora. Ele foi o destaque na vitória do Papão sobre o lanterna Imperatriz-MA, pelo placar de 3 a 0, que manteve os bicolores no G4 do Grupo A. Além de balançar as redes, participou dos outros dois gols do jogo.

Nicolas
Nicolas

Atacante: Keké (Tombense) - O Gavião-Carcará estava com saudade do avançado, que não via a hora de voltar ao clube. Devolvido pelo Figueirense, mostrou que conhece bem o time sudestino. Ele precisou apenas de seis minutos em campo para salvar os mineiros da derrota em Sorocaba. Keké tem estrela e gol nos pés!

Atacante: Jefferson (Boa Esporte) - O avançado boveta saiu do banco para mudar o rumo da partida diante do São José-RS. Precisando da vitória para seguir vivo na Série C, o time mineiro não via outra alternativa senão partir ao ataque. E o jogador entendeu bem o recado. Em sua primeira oportunidade, parou em grande defesa do goleiro adversário. Na segunda tentativa, não perdoou e deu a vitória aos donos da casa, por 1 a 0, tirando da lanterna do Grupo B.

Técnico: Vinícius Bergantin (Ituano) - O Galo de Itu embalou nesta reta final da primeira fase da Série C. São três vitórias consecutivas - duas delas, longe de casa. A última, inclusive, no Heriberto Hülse, em Criciúma (SC), por confortáveis 2 a 0. Dessa forma, a torcida rubro-negra já acredita em vaga e, consequentemente, acesso.