Comandada por Diniz, Seleção FI da 15ª rodada do Brasileirão vem no 4-4-2

Figurinhas carimbadas, Keno e Marinho apareceram novamente para formar o ataque desse time de 'monstros'

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 11 (AFI) - A 15ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A chegou ao fim neste domingo e agora é hora de conferir a Seleção Futebol Interior. O destaque vai para o São Paulo, que vinha sendo criticado, mas impôs uma excelente vitória por 2 a 0 diante do Palmeiras. Figurinhas carimbadas, Keno e Marinho apareceram novamente.

Como sempre, alguns nomes ficaram de fora, mas valem ser citados. Como, por exemplo, o goleiro Tadeu, do Goiás, que levou 3 a 0 do Galo. Se não fosse ele, que realizou no mínimo quatro grandes defesas, a derrota poderia ter sido muito maior.

Thiago Galhardo desta vez não brilhou, mas deixou sua marca na vitória do Inter. Fernando Diniz foi o escolhido, mas Domènec Torrent também venceu um clássico, saindo atrás do placar.

O VOVÔ TÁ ON ! ! !


SELEÇÃO FUTEBOL INTERIOR - 15.ª RODADA
Marcelo Lomba
(Internacional)
Heitor (Internacional), Kanu (Botafogo), Léo Pereira (Flamengo) e Reinaldo (São Paulo);
Marlon Freitas (Atlético-GO), Fernando Sobral (Ceará), Honda (Botafogo) e Nenê (Fluminense);
Keno (Atlético-MG) e Marinho (Santos).
Técnico
: Fernando Diniz (São Paulo)


GOLEIRO
Marcelo Lomba (Internacional)
- O Internacional venceu mais uma partida no Brasileirão, mas precisou contar com ótima atuação do goleiro Marcelo Lomba, que fez pelo menos três grandes defesas para segurar o resultado de 2 a 1 sobre o Athletico-PR, no Beira-Rio. Lomba mostrou elasticidade e reflexo durante os 90 minutos. Um goleiraço!

LATERAL-DIREITO
Heitor (Internacional)
- O jovem Heitor, de apenas 19 anos, precisou de apenas 45 minutos para ser um dos grandes destaques do Internacional na vitória sobre o Athletico-PR, por 2 a 1, no Beira-Rio.

O lateral foi o autor das assistências para Thiago Galhardo e Abel Hernández, ambos que marcaram no primeiro tempo. Heitor acabou sentindo lesão muscular e foi substituído no intervalo.

ZAGUEIRO
Kanu (Botafogo)
- Além de comandar a defesa do Botafogo, que segurou dois ataques fortes nas últimas rodadas, se aventurou bem no ataque para dar uma bela assistência para Caio Alexandre marcar o segundo gol do Fogão.

Reinaldo
Reinaldo

ZAGUEIRO
Léo Pereira (Flamengo)
- O clássico com o Vasco foi mais uma vez complicado, com o Rubro-Negro saindo atrás do placar.

Mesmo com o gol sofrido, Léo Pereira foi muito bem na marcação. Bem no começo do segundo tempo, ele ainda conseguiu fazer o gol que empatou o jogo e deu muito mais tranquilidade para o time buscar a vitória.

LATERAL-ESQUERDO
Reinaldo (São Paulo)
- Reinaldo foi peça fundamental do técnico Fernando Diniz para ajudar o São Paulo a vencer o Palmeiras, por 2 a 0, pela primeira vez no Allianz Parque.

O lateral é sempre muito cobrado pelos torcedores, mas no clássico do último sábado fez gol de pênalti e foi um "gigante" para garantir mais três pontos do Tricolor no Brasileirão.

VOLANTE
Marlon Freitas (Atlético-GO)
- Todas as atenções estavam voltadas para Edson, que fazia sua despedida do Atlético-GO, mas Marlon Freitas roubou a cena.

Tanto que foi elogiado publicamente pelo presidente Adson Batista após o jogo. Comandou o meio-campo rubro-negro e ainda quase marcou de cabeça. A bola acertou a trave.

MEIA
Fernando Sobral (Ceará)
- Depois de ficar quatro jogos sem vencer, o Ceará conseguiu um importante resultado para se reabilitar no Brasileirão. Jogando na Arena Castelão, o time cearense recebeu e venceu o Corinthians, de virada, pelo placar de 2 a 1.

Um dos grandes responsáveis por essa vitória foi o atacante Fernando Sobral. Além de ter marcado o gol da virada, ele infernizou a defesa adversária do começo ao fim do jogo.

Nenê
Nenê

MEIA
Nenê (Fluminense)
- Continua sendo fundamental para o time das Laranjeiras, porque na hora de decidir a bola vai para o pé dele. Não só em lances em movimento, como nas bolas paradas - faltas e pênalti.

Já tem sete gols agora como artilheiro do Fluzão no Brasileiro, após o pênalti que deu a vitória sobre o Bahia, por 1 a 0. Como o próprio Fluminense brincou, o "Vovô tá on".

MEIA
Honda (Botafogo)
- Com mais liberdade no ataque do Botafogo, agora comandado por Bruno Lazaroni, o japonês foi fundamental na vitória por 2 a 1 diante do Sport, fora de casa.

Foi ele quem abriu o placar, aproveitando falha da zaga após marcação pressão, e chutando bonito de fora da área.

ATACANTE
Marinho (Santos) - Di Marinho chegou a ser dúvida para o difícil confronto diante do Grêmio.

Ele voltou a mostrar seu valor para o Santos ao fazer dois gols de pênalti na vitória por 2 a 1 na Vila Belmiro. O resultado coloca o Peixe cada vez mais perto do G4.

CUCA - 'MARINHO ESTÁ ENTRE OS MELHORES'

Keno
Keno

ATACANTE
Keno (Atlético-MG)
- Tá voando sob o comando de Jorge Sampaoli. Foi o grande destaque na goleada atleticana sobre o Goiás, por 3 a 0.

Abriu o placar em cobrança de pênalti e depois deu assistência para os outros dois gols. Além disso, ainda acertou a trave de Tadeu após uma linda jogada individual.

TÉCNICO

Fernando Diniz (São Paulo) - O estilo arriscado, mas bonito, de Fernando Diniz deu resultado nesta rodada.

O São Paulo, bem mais organizado do que o Palmeiras, venceu o clássico por 2 a 0 e se manteve firme no G4.

O segundo gol do time, já no finalzinho, mostrou a parte boa de seu esquema, com a bola saindo de pé em pé da defesa para o ataque e terminando em gol.