Classificados dominam Seleção FI da última rodada da primeira fase do Paulista A3

Dos onze jogadores mais o técnico, apenas dois são representantes de times que não avançaram para às quartas de final

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 11 (AFI) - A 15ª e última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Série A3, definiu o último classificado para as quartas de final e os dois rebaixados para a Segundona de 2021. Até por conta disso, a Seleção FI vem recheada de jogadores de times que avançaram dentro do estadual. Dos onze jogadores mais o técnico, apenas dois são representantes de times que não seguem mais vivos.

A seleta lista dos melhores da rodada vem comandada pelo técnico Tuca Guimarães, que ajudou o Nacional a vencer o Primavera, pelo placar de 2 a 1, para ser o último time a conquistar vaga na sequência do nacional. Outros destaques ficam para o goleiro Pablo, do líder Noroeste e para Guilherme Lobo, também do Naça, que marcou dois gols neste último sábado.

O Noroeste se classificou com a melhor campanha da primeira fase (Foto: Bruno Freitas/Noroeste)
O Noroeste se classificou com a melhor campanha da primeira fase (Foto: Bruno Freitas/Noroeste)


CONFIRA A SELEÇÃO FI DA 15ª RODADA DO PAULISTA A3:
Pablo (Noroeste);
Eliando (EC São Bernardo), Islan (Linense), Leonardo Gobo (Velo Clube) e Ricardinho (Nacional);
Guilherme Madruga (Desportivo Brasil), Lucas Gomes (EC São Bernardo), Léo Bahia (Marília);
Fidel (Noroeste), Guilherme Lobo (Nacional) e Felipinho (Velo Clube).
Técnico: Tuca Guimarães (Nacional).


CONFIRA A ATUAÇÃO DE CADA JOGADOR:
Goleiro:
Pablo (Noroeste) -
O Noroeste entrou em campo com a classificação e a primeira colocação da primeira fase garantida e ainda atuou contra um time que lutava contra a zona de rebaixamento. Precisando do resultado, o Grêmio Osasco fez pressão em boa parte do duelo e só não marcou por conta das boas defesas de Pablo. Além disso, contou com um gol de Pedro Felipe para vencer e rebaixar o time adversário.

Lateral-direito:
Eliandro (EC São Bernardo) -
Fez um bom jogo na vitória por 3 a 0 para cima do Capivariano fora de casa. Tomou conta da lateral e ainda fez um golaço, no ângulo, sem qualquer chance para o goleiro adversário. Perfeito defensivamente, se sobressaiu quando resolveu atacar, se transformando em um bom ala. Mesmo sendo lateral-esquerdo, foi improvisado na Seleção FI como lateral-direito, por conta da boa atuação.

Zagueiro:
Islan (Linense) -
O zagueiro Islan fez uma ótima partida contra o Rio Preto. Aparecendo no momento certo em diversos lances e desviando a trajetória da bola que tinha direção do gol, o zagueiro ainda se aventurou no ataque e por pouco quase marcou ao aparecer de surpresa e cabecear num lance fulminante para uma excelente defesa do número um do Jacaré.

Guilherme Lobo marcou os dois gols da classificação do Nacional (Foto: Bruno Ulivieri)
Guilherme Lobo marcou os dois gols da classificação do Nacional (Foto: Bruno Ulivieri)
Zagueiro:
Leonardo Gobo (Velo Clube) -
Muito regular durante a primeira fase, o defensor é um dos principais nomes do Rubro-Verde na Série A3. É um dos grandes responsáveis pela consistência defensiva do Velo, a terceira melhor da competição (12 gols sofridos, atrás de Noroeste e EC São Bernardo, com nove). Contra o Paulista, voltou a fazer uma atuação muito segura e ajudou a assegurar a vitória por 1 a 0.

Lateral-esquerdo:
Ricardinho (Nacional) -
Atuando em casa em jogo decisivo, o Nacional soube suportar certa pressão do Primavera no começo e conseguiu abrir o placar ainda no primeiro tempo. E gol só foi possível por conta da excelente movimentação de Ricardinho, que fez ultrapassagem pela esquerda e deu uma passe rasteiro para área. A bola encontrou Guilherme Lobo, que não perdoou.

Volante:
Guilherme Madruga (Desportivo Brasil) -
A vitória do Dragão teve gosto amargo por conta da eliminação, mas não apaga a boa atuação de Guilherme. Bem na marcação, conseguiu anular várias tentativas do Olímpia. Além disso, apareceu muito bem como elemento surpresa no ataque. Em uma de suas chegadas, finalizou da meia-lua e marcou o único gol do jogo.

Meia:
Lucas Gomes (EC São Bernardo) -
Jogou muita bola na vitória do EC.São Bernardo contra o Capivariano. Tomou conta do meio de campo e ditou o ritmo da partida. Além de ter sido o principal armador da equipe, apareceu bem no ataque, deixando o dele no triunfo por 3 a 0.

Meia:
Léo Bahia (Marília) -
O meia entrou no segundo tempo e foi importantíssimo para a construção do resultado que garantiu o Marília na Série A3 do Paulistão de 2021. O jogador foi o autor do segundo gol do MAC na partida, e que golaço! Recebendo cruzamento na área, Léo completou de letra para o fundo do gol e garantiu sua equipe na divisão.

Atacante:
Fidel (Noroeste) -
Apesar de não ter balançado as redes, o atacante Fidel foi o maior destaque do Noroeste na vitória sobre o rebaixado Grêmio Osasco, pelo placar de 1 a 0. Ele foi incansável no setor ofensivo e foi dos pés dele que começou a jogada que terminou com o gol de Pedro Felipe, que fez com que o Norusca terminasse a primeira fase com uma vitória.

O EC São Bernardo teve dois jogadores indicados para os melhores da rodada
O EC São Bernardo teve dois jogadores indicados para os melhores da rodada
Atacante:
Guilherme Lobo (Nacional) -
O atacante comandou a 'matilha' na vitória por 2 a 1 diante do Primavera com dois gols, em lances que demonstraram seu poder de finalização e posicionamento. No primeiro, chute de primeira e, no segundo, cabeceio certeiro. Com o resultado, o Naça não precisou se preocupar com outros resultados para garantir sua vaga nas quartas de final.

Atacante:
Felipinho (Velo Clube) -
O Rubro-Verde entrou para a partida já classificado contra um Paulista desesperado na luta contra o rebaixamento. Felipinho era o jogador mais acionado no setor ofensivo do Velo. Em pênalti cobrado com categoria, fez o gol que confirmou o descenso do Paulista.

Técnico:
Tuca Guimarães (Nacional) -
O Naça só dependia de si mesmo para avançar às quartas. Mesmo assim, manter a tranquilidade em casa era fundamental. Ficou visível que Tuca Guimarães preparou muito bem o time para isso, pois suportaram a pressão inicial do Primavera, que também se apegava na pequena chance de classificação. A equipe conseguiu criar boas jogadas e, mesmo depois de abrir o placar, continuou no ataque e abriu 2 a 0. Levou um gol, já no fim, que não atrapalhou os planos do time paulistano.