Com Ituano como destaque, confira primeira Seleção FI da Série C

Treze e Imperatriz não puderam se enfrentar por conta dos elevados números de casos do novo coronavírus no elenco maranhense

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 10 (AFI) - Após longa espera, por conta da pandemia de covid-19, o Campeonato Brasileiro da Série C, enfim, começou. É verdade que Treze e Imperatriz não puderam se enfrentar por conta dos elevados números de casos do novo coronavírus no elenco maranhense, o que forçou o adiamento do duelo.

Mesmo assim, já é possível montar a Seleção FI da primeira rodada. O destaque não poderia ser outro: Ituano. O Galo de Itu encarou o Tombense, finalista do Campeonato Mineiro, mas não encontrou maiores resistências e anotou um importante 3 a 0, em duelo disputado no José Liberatti, em Osasco (SP).

O Remo venceu o Jacuipense e Mazola foi o escolhido para comandar a Seleção FI
O Remo venceu o Jacuipense e Mazola foi o escolhido para comandar a Seleção FI

CONFIRA A SELEÇÃO FI DA PRIMEIRA RODADA DA SÉRIE C

Fabio (São José);

Pacheco (Ituano), Léo Rigo (Ituano), Heitor (Volta Redonda) e Augusto Potiguar (Santa Cruz);

Corrêa (Ituano), Rafael Tavares (São José), Eduardo Ramos (Remo) e Raphael Luz (Boa Esporte);

Wellington Rato (Ferroviário) e Thiago Alagoano (Brusque).

Técnico: Mazola Júnior (Remo).


CONFIRA O DESEMPENHO DE CADA UM:
GOLEIRO - FÁBIO (SÃO JOSÉ):
O Zequinha estreou com três importantes pontos ao receber e vencer o São Bento. O empate sorocabano, porém, ficou por um fim - Bambam, no finalzinho do primeiro tempo, bateu pênalti que parou em boa defesa do arqueiro gaúcho.

LATERAL-DIREITO - PACHECO (ITUANO): O Galo de Itu conquistou uma vitória com ótimo placar. Muito disso se deveu à atuação do atleta ex-Noroeste, que mostrou explosão para ir ao ataque e muita disposição defensiva.

ZAGUEIRO - LÉO RIGO (ITUANO): O melhor ataque é a defesa? Para os ituano, sim. Conseguiram não ser vazados pelo Tombense, finalista do Mineiro, e contaram com gol do ‘xerifão’ para abrir o placar, que terminaria 3 a 0.

ZAGUEIRO - HEITOR (VOLTA REDONDA): Zagueiro, capitão e artilheiro. Apesar do Voltaço não ter estreado com vitória, fez uma grande apresentação no empate por 2 a 2 contra o Boa Esporte. Além de ter ido bem no setor defensivo, anotou os dois gols como um verdadeiro centroavante em dois cruzamentos na área: em um, pegou a sobra; no outro, fez de cabeça.

Bastante experiente, Corrêa deu um show nessa rodada e ajudou o Ituano a vencer
Bastante experiente, Corrêa deu um show nessa rodada e ajudou o Ituano a vencer
LATERAL-ESQUERDO - AUGUSTO POTIGUAR (SANTA CRUZ): O time coral pressionou o Paysandu na etapa final, mas não conseguiu tirar o zero do placar. A melhor chance, aliás, veio dos pés do defensor, que acertou a trave após cobrança de falta.

VOLANTE - CORRÊA (ITUANO): O veterano ex-meio-campista de Palmeiras, Atlético Mineiro e Flamengo fez o que se espera dele. Com toda a experiência, coordenou o balanço defesa-ataque e liderou os rubro-negros com boas trocas de passe.

MEIA - RAFAEL TAVARES (SÃO JOSÉ): O Zequinha fez duelo bastante movimentado com o São Bento, com emoções protagonizados pelos dois lados. No final das contas, quem sorriu foi o torcedor gaúcho, graças ao gol do meio-campista, aproveitando cruzamento.

MEIA - EDUARDO RAMOS (REMO): O meio-campista falou, durante a semana, que estava mais confiante por conta do trabalho do técnico Mazola Júnior. E comprovou dentro de campo: aos 49 minutos do segundo tempo, marcou o gol que garantiu o triunfo azulino.

MEIA - RAPHAEL LUZ (BOA ESPORTE): A Coruja viu o Volta Redonda ficar duas vezes na frente do placar, mas conseguiu em ambas as vezes chegar ao empate. Muito disso graças ao camisa 10, que fez os dois gols. Um deles, inclusive, foi um golaço - um chute colocado, que não deu chances para o goleiro adversário.

Wellington Rato foi o 'cara' do Ferroviário
Wellington Rato foi o 'cara' do Ferroviário
MEIA-ATACANTE - WELLINGTON RATO (FERROVIÁRIO): Em duelo marcado pelas duas expulsões ainda no primeiro tempo, uma para cada lado, o avançado mostrou personalidade para converter pênalti e fechar o 2 a 0 sobre o Botafogo-PB.

ATACANTE - THIAGO ALAGOANO (BRUSQUE): Aos 49 minutos do segundo tempo, quando o 1 a 1 parecia definitivo diante do Ypiranga, o Bruscão marcou, gol do avançado. Foi o décimo tento dele em 17 partidas na temporada.

TÉCNICO - MAZOLA JÚNIOR (REMO): Mesmo vivendo uma maratona de jogos, com a reta final do Paraense e o começo da Série C, o Leão Azul conseguiu, muito por conta das alterações do treinador, virar fora de casa e vencer o Jacuipense, por 2 a 1.