'Desfalcada' e nas mãos de Sampaoli, FI divulga 1ª Seleção do Brasileirão

Sampaoli iniciou o campeonato nacional com vitória sobre o Flamengo no Maracanã

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 09 (AFI) - A seleção da primeira rodada do Campeonato Brasileiro é uma das mais desfalcadas já vista. De dez jogos possíveis, apenas seis foram realizados neste final de semanas. Algumas partidas foram adiadas por conta das decisões estaduais, outras devido à pandemia causada pelo novo coronavírus, que vem aterrorizando muita gente pelo mundo.

Apesar disso, a equipe conta com nomes de respeito como o do lateral Guilherme Arana, do Atlético Mineiro, e de Paolo Guerrero, atacante do Internacional. O destaque, porém, fica com Jorge Sampaoli. O treinador deu um nó tático em Torrent, novo técnico do Flamengo, e conquistou três pontos em pleno Maracanã.

Confira a seleção FI da primeira rodada:

Vladimir fez bom jogo com a camisa do Santos
Vladimir fez bom jogo com a camisa do Santos
Goleiro: Vladimir (Santos)
Claudinho até conseguiu furar o goleiro do Santos, mas se não fosse Vladimir, o Peixe teria sido derrotado. Como trabalhou Vladimir. Ele pegou chute de longe, de perto, cabeçada... fez acontecer na Vila Belmiro.

Lateral-direito: Saravia (Internacional)
Mostrou um futebol bastante regular, defendendo e atacante com a mesma desenvoltura. Tem melhorado a cada jogo e pode ser peça fundamental para a campanha do Colorado na competição.

Zagueiro: Aguilar (Athletico)
Fez uma partida segura na vitória diante do Fortaleza por 2 a 0. O time misto não interferiu o sistema defensivo do Furacão. Aguilar foi perfeito, ganhou todas as divididas e saiu de campo como um dos principais destaques do clube paranaense. Vem crescendo com Dorival Júnior.

Pedro Geromel está na seleção FI
Pedro Geromel está na seleção FI
Zagueiro: Pedro Geromel (Grêmio)
Não é de hoje que Geromel faz grandes jogos com a camisa gremista. Na vitória por 1 a 0 diante do Fluminense novamente esteve acima da média. Não deu espaço para os atacantes rivais e fez com que Vanderlei pouco fosse acionado. Merece destaque.

Lateral-esquerdo: Guilherme Arana (Atlético-MG)
Foi o jogador que mais aproveitou a variação tática de Sampaoli no duelo contra o Flamengo. No esquema com três zagueiros montado neste domingo teve espaço para virar armador e terminou como melhor em campo. Dos seus pés saiu a jogada do gol que deu a primeira vitória ao Galo no torneio em 2020.

Meia: Léo Cittadini (Athletico-PR)
Fez grande jogo na vitória do Athletico Paranense por 2 a 0 para cima do Fortaleza. Foi coroado com um gol. Mostrou que tem muito a dar sob o comando do técnico Dorival Júnior, seja mais defensivamente ou até ofensivamente.

Meia: Jonatan Gómez (Sport)
Jonatan Gómez, ao lado de Élton, foi o grande nome da vitória do Sport sobre o Ceará. Ele trabalhou muito bem ofensivamente e serviu diversas vezes os atacantes. Em uma delas, Élton acertou o travessão. Na outra, Jonatan Gómez garantiu seu gol no triunfo por 3 a 2.

Claudinho fez bom jogo com o Bragantino
Claudinho fez bom jogo com o Bragantino
Meia: Claudinho (Red Bull Bragantino)
Claudinho entrou em campo aos 34 minutos e mudou a partida 13 minutos depois. Ele, da entrada da área, fez o gol que evitou a derrota do Red Bull Bragantino. O tento foi marcado aos 47 minutos do segundo tempo. Claudinho mostrou que tem estrela e que vai brigar pela titularidade.

Atacante: Élton (Sport)
Élton tem experiência e mostrou faro de gols na rodada de abertura do Brasileirão. Ele estufou as redes do Ceará em duas oportunidades. No pênalti batido no segundo tento, deslocou o experiente Fernando Prass. Sem falar que colocou uma bola no travessão.

Atacante: Marquinhos (Atlético-MG)
Mais um dos destaques do Galo que cresceram com a chegada de Sampaoli durante a pandemia. Mesmo isolado, conseguiu carregar o ataque do Atlético-MG e deu muito trabalho aos defensores do Flamengo neste domingo. Não marcou, mas saiu de campo como um dos melhores.

Guerrero foi o cara na vitória do Inter
Guerrero foi o cara na vitória do Inter
Atacante: Paolo Guerrero (Internacional)
Começa o Brasileirão decidindo pelo Colorado. Foi dele o gol da vitória sobre o Coritiba, por 1 a 0, na capital paranaense. E justamente vencer fora o objetivo principal do time. Que ano passado perdeu pontos importantes fora de seus domínios. Guerrero jogou bem, fez o gol e participou bem do jogo.

Técnico: Sampaoli (Atlético-MG)
O argentino vai se tornando um especialista no futebol brasileiro. Ano passado foi um dos únicos times a bater o Flamengo de Jorge Jesus e neste ano repetiu a dose logo na abertura do torneio. Montou uma estratégia diferente, com três zagueiros, mas mudou de ideia ainda no primeiro tempo. Ainda usou muito bem a possibilidade de cinco trocas, anulando o Flamengo do começo ao fim.

Sampaoli já deu uma pequena amostra do novo Atlético-MG
Sampaoli já deu uma pequena amostra do novo Atlético-MG