Seleção FI da última rodada da Série B tem artilheiro iluminado e técnico interino

Marcelo Cordeiro levou o São Bento a terceira vitória seguida e Wanderley marcou os dois gols da vitória do Coritiba

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 01 (AFI) - O Campeonato Brasileiro da Série B chegou ao fim no último final de semana. O América-MG vacilou diante do já rebaixado São Bento e ficou sem a vaga no G4. Melhor para o Atlético-GO, que garantiu o acesso com o empate. O Coritiba também subiu, se juntando a Bragantino e Sport.

A Seleção do Futebol Interior da última rodada do campeonato tem poucos integrantes dos times que ficaram entre os quatro melhores. Destaque para o iluminado Wanderley, que marcou os dois gols do acesso coxa-branca.

No banco de reservas vai estar o interino Marcelo Cordeiro, que se despediu do São Bento com três vitórias seguidas e frustrou o sonho do América-MG de retornar à elite do Brasileirão.

Jogadores do Coritiba comemoram o acesso à elite do Brasileirão
Jogadores do Coritiba comemoram o acesso à elite do Brasileirão
CONFIRA A SELEÇÃO FI

Goleiro: Matheus Albino (Londrina)

O jogo praticamente não valia para o Londrina, mas o jogador teve uma atuação de gala, contando com uma força do ataque bugrino, é verdade. Mesmo assim, ele segurou até pensamento na vitória por 2 a 0 sobre o Guarani. Fez pelo menos quatro milagres, dois deles embaixo da trave, e garantiu o resultado e uma boa atuação, que pode valer um contrato em 2020.

Lateral-direito: Aderlan (Bragantino)
Foi disparado o melhor da posição no Brasileiro da Série B e, no jogo da entrega do troféu, diante do CRB, teve mais uma atuação segura. Teve um pouco de trabalho lá atrás, principalmente no primeiro tempo, mas foi se soltando e levou perigo no ataque.

Zagueiro: Gilvan (Atlético-GO)
O Atlético sofreu bastante para segurar o empate sem gols com o Sport, principalmente no primeiro tempo, quando os pernambucanos chegaram mais ao campo de defesa atleticano. A liderança e inteligência de Gilvan foi essencial para organizar o sistema defensivo e garantir o resultado que deu o acesso ao clube goiano.

Zagueiro: Diego Jussani (Vila Nova)
O Cuiabá martelou, martelou e martelou durante boa parte do jogo realizado no último sábado, mas encontrou uma defesa muito bem postada. Por isso, a maioria dos lances criados foi através de chutes de fora da área. Mérito para Diego Jussani e Patrick Marcelino.

Renato Cajá precisou de 45 minutos para entrar na Seleção FI da rodada
Renato Cajá precisou de 45 minutos para entrar na Seleção FI da rodada
Lateral-esquerdo: Guilherme Romão (São Bento)

Apesar de ter atuado como ponta na inesperada vitória sobre o América-MG, por 2 a 1, Guilherme Romão será escalado na sua posição de origem na Seleção FI por conta da forte concorrência. Como elemento surpresa, ele apareceu dentro da área para fazer o segundo e calar a Arena Independência.

Volante: Fábio Bahia (São Bento)
Nem parece que tem 36 anos. Tudo bem que cansou na reta final da partida, mas fez uma bela partida diante do América-MG não deixando os adversários respirarem. Fábio Bahia ainda foi o responsável por abrir o caminho para a vitória do São Bento com um bonito chute de fora da área.

Meia: Fellipe Matheus (Figueirense)
Com o perigo de rebaixamento zerado, o Figueirense foi a campo na rodada final muito mais leve e despreocupado. Dentro das limitações, conseguiu praticar um bom futebol. Um dos destaques foi Fellipe Matheus, que fez um jogo bastante consistente. Ele foi protagonista de boas tramas de ataque e marcou o gol do empate alvinegro diante do Operário Ferroviário.

Meia: Renato Cajá (Ponte Preta)
Pode ter feito sua última partida com a camisa da Ponte Preta, mas a atuação durante os 45 minutos iniciais diante do Brasil de Pelotas já está deixando o torcedor com saudades. Marcou um gol e deu assistência para Bill fazer outro. É o camisa 10 clássico. Infelizmente a idade está chegando!

Iluminado, Wanderley marcou os dois gols do Coritiba no jogo do acesso
Iluminado, Wanderley marcou os dois gols do Coritiba no jogo do acesso
Atacante: Ytalo (Bragantino)

Mais uma vez não passou em branco e marcou o gol que abriu o placar na vitória de despedida do campeão da Série B em cima do CRB, por 2 a 0, sábado à tarde, no Nabizão. Com isso, ele chega aos 13 gols e aparece como um dos destaques do time ao lado do meia Claudinho, ex-Corinthians, que atingiu os 10 gols.

Atacante: Wanderley (Coritiba)
Atuou pouco em 2019, mas vai ficar conhecido como o homem do acesso do Coritiba na Série B. Veio do banco do reservas no começo do segundo tempo para entrar para a história do clube com dois gols marcados na vitória por 2 a 1 sobre o Vitória. Foi bastante festejado pelos companheiros e pela torcida, é claro.

Atacante: Léo Gamalho (Criciúma)

Um dos poucos jogadores que se salvaram na péssima campanha realizada pelo Criciúma nesta Série B. Apesar do rebaixamento do time, Léo Gamalho terminou como um dos principais goleadores do campeonato, com 12 gols. Para coroar o bom desempenho, marcou os dois na vitória sobre o Oeste, por 2 a 1, de virada, na última rodada.

Técnico: Marcelo Cordeiro (São Bento)
Se dependesse do aproveitamento de Marcelo Cordeiro, o São Bento não seria rebaixado para a Série C do Brasileiro. Escolhido para assumir a vaga deixada por Milton Mendes, o ex-jogador realizou um bom trabalho e se despediu com três vitórias seguidas, além de duas derrotas e um empate. Na última rodada, armou muito bem o time que ganhou do América-MG, em plena Arena Independência.