Seleção da SÉRIE B: Técnico com um mão no acesso comanda Seleção com esquema 4-3-3

Experiente técnico que já conquistou outros acessos, como com a Ponte Preta e o Bahia, arma Seleção FI no esquema 4-3-3

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 11 (AFI) – Na reta final do Campeonato Brasileiro da SÉRIE B, o Portal Futebol Interior teve dificuldades para formar a Seleção da 34.ª RODADA. Isso porque muitos jogadores se destacaram após outra rodada de muita guerra e emoção.

A Seleção da Rodada tem no comando Guto Ferreira, experiente técnico que já conquistou outros acessos, como com a Ponte Preta e o Bahia. E aparece armada no esquema 4-3-3.

BRIGA EM CIMA E EMBAIXO

Sport levou mais de 22 mil a Ilha do Retiro
Sport levou mais de 22 mil a Ilha do Retiro


Na briga para subir ou para evitar o rebaixamento, nada mudou após esta 34.ª rodada. O Bragantino já tem 68 pontos, oito na frente do Sport, com 60. Coritiba e Sport completar o G4 com 54 pontos.

Na parte debaixo, o São Bento está enterrando na lanterna, com 27 pontos, tendo em companhia na zona de degola, o Criciúma com 31, Vila Nova 33 e Figueirense com 35 pontos.

CONFIRA OS MELHORES DA 34.ª RODADA:

Goleiro: Alex Muralha (Coritiba)
Pegou um pênalti e ainda praticou grandes defesas no empate no duelo com o Figueirense, por 1 a 1, em Florianópolis. Destaque também para outros goleiros. Curiosamente, no empate sem gols entre Vila Nova e Operário, tanto Rafael Santos como Rodrigo Viana fizeram grandes defesas, num jogo de 28 finalizações.
______________________________________________________________________________________________________

Lateral-direito: Luis Ricardo (Figueirense)
O veterano mostrou muita qualidade técnica, segurou a bola e ajudou seu time a somar um ponto importante na luta contra o rebaixamento.

Zagueiro: Ricardo Silva (América-MG)
Mais uma vez empurrou o Coelho para uma vitória. Ele marcou o gol da vitória, pro 1 a 0, em cima do Londrina e ainda foi um ‘monstro’ na marcação, evitando o empate do Londrina. O time paranaense, inclusive, demitiu o técnico Mazola Júnior.

Zagueiro: Renan Fonseca (Ponte Preta)
No Dérbi 195, a Macaca deu a bola para o Guarani e buscou o contra-ataque. Até por isso que o rival estava constantemente no campo de ataque.

Cuiabá venceu outra vez fora de casa
Cuiabá venceu outra vez fora de casa

Coube ao experiente Renan Fonseca marcar os atacantes bugrinos, tanto que Michel Douglas acabou sendo substituído no segundo tempo. O zagueiro alvinegro não perdeu um lance.

Lateral-esquerdo: Paulinho (Cuiabá)
O Dourado está em grande fase e se destaca pelo futebol coletivo. Vários jogadores se destacaram na vitória, por 2 a 1, sobre o São Bento. Um deles foi Paulinho, outra vez muito regular e intenso.
______________________________________________________________________________________________________

Volante: Ricardo Ryller (Bragantino)
aproveitou bem a chance dada pelo técnico Antônio Carlos Zaga e teve uma grande atuação na vitória sobre o Botafogo, por 3 a 2. Meio-campo moderno e que ainda fez um golaço.

Bragantino segue sozinho na liderança
Bragantino segue sozinho na liderança

Meia: Arthur Resende (Guarani)
Talvez seja hoje o jogador mais importante no time comandado por Thiago Carpini. É o motorzinho do Guarani.

Tem participação importante na marcação, em certos momentos abusando das faltas, e aparece constantemente lá na frente.

Além disso, sua bola parada está calibrada. No Dérbi 195, Arthur Rezende quase marcou em cobrança de falta.

Meia: Pereira (Brasil de Pelotas)
Saiu do banco já no retorno do intervalo para substituir Diogo Oliveira e mudou a postura do Brasil, que foi dominado pelo Oeste no primeiro tempo. Pereira deu qualidade para o time, fazendo a bola roda e criando boas oportunidades com lançamentos precisos. Em um deles, Guilherme Queiroz marcou o primeiro gol xavante.
______________________________________________________________________________________________________

Atacante: Guilherme Queiroz (Brasil de Pelotas)
Não fez uma partida genial, mas foi simplesmente decisivo para que o Brasil de Pelotas conseguisse empatar por 2 a 2 com o Oeste depois de ter saído perdendo por 2 a 0. Foi ele quem diminuiu aos 34 minutos, aproveitando lançamento de Pereira, e deixou tudo igual aos 55, último minuto de jogo, ao converter pênalti.

Atacante: Léo Ceará (CRB)

Festa para os gols de Léo Ceará
Festa para os gols de Léo Ceará


Marcou os dois gols do time alagoano em cima do Atlético-GO, por 2 a 1, e chegou aos 11 gols na artilharia do time que ainda sonha com o acesso. Ele tem sido fundamental na parte ofensiva do time dirigido por Marcelo Cabo e que vinha ressabiado após a ‘lavada’ sofrida diante do Cuiabá, por 5 a 1.

Atacante: Guilherme (Sport)
O seu gol, desta vez, foi de pênalti, mas suficiente para deixar o Leão da Ilha mais perto do acesso dentro da Série B. Valeu a vitória por 1 a 0 sobre Criciúma com a Ilha do Retiro recebendo mais de 22 mil torcedores.
______________________________________________________________________________________________________

Técnico: Guto Ferreira (Sport)

Guto Ferreira
Guto Ferreira

Já tarimbada na briga pelo acesso na Série B, ele tem sido metódico e calculista a campanha para recolocar o Leão da Ilha na elite nacional. Tem procurado somar pontos fora de casa e ‘matar’ seus adversários diante de sua torcida, mesmo se for por 1 a 0 e de pênalti.

Tudo parece, agora, apenas uma questão de tempo para o rubro-negro carimbar sua vaga no Brasileirão 2020. E Guto vai ter uma grande parte de responsabilidade nesta campanha vitoriosa.