Seleção FI do Brasileirão tem Pikachu, algoz do Timão e muito mais

Os melhores da 25ª rodada serão comandados por Marcão, que vem livrando o Fluminense do rebaixamento

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 14 (AFI) - O Flamengo segue tranquilo na liderança do Campeonato Brasileiro após a 25ª rodada, realizada no último final de semana. A diferença para o vice-líder Palmeiras, que deixou para trás o Santos, já é de oito pontos. O Corinthians completa o G4 mesmo após a derrota para o São Paulo.

Mas a briga pelo G6, que tem ainda São Paulo e Grêmio, é intensa. Isso porque, a diferença do Bahia, que está na oitava colocação, para o quarto colocado Corinthians é de apenas cinco pontos. E, pelo futebol apresentado, o Timão não deixa a torcida esperançosa.

Também houve mudança no outro extremo da tabela. Chapecoense e Avaí estão virtualmente rebaixados para a Série B. O Cruzeiro segue em situação bastante delicada, enquanto o Ceará deixou o Z4 e empurrou o CSA.

Flamengo venceu o Athletico-PR na Arena da Baixada e segue tranquilo na liderança
Flamengo venceu o Athletico-PR na Arena da Baixada e segue tranquilo na liderança
CONFIRA A SELEÇÃO FI

Goleiro: Muriel (Fluminense)

Só não fez chover no Maracanã. No segundo tempo, quando o Bahia pressionou, ele fez pelo menos quatro grandes defesas e garantiu a vitória tricolor que traz alivio no clube.

Lateral-direito: Yago Pikachu (Vasco da Gama)

Travou uma boa batalha com Carlinhos na lateral e foi seu o gol que deu a importante vitória ao Vasco da Gama diante do Fortaleza. Aos 21 minutos do segundo tempo, assumiu a responsabilidade e cobrou muito bem o pênalti assinalado pelo árbitro.

Zagueiro: Rafael Vaz (Goiás)
A melhora esmeraldina no Brasileirão está diretamente ligada a evolução do sistema defensivo. No confronto direto contra o CSA não foi diferente. Rafael Vaz anulou o experiente atacante Alecsandro.

Reinaldo voltou a marcar gol contra o Corinthians no clássico de domingo
Reinaldo voltou a marcar gol contra o Corinthians no clássico de domingo
Zagueiro: Dedé (Cruzeiro)

Não vive um dos seus melhores momentos, mas mesmo assim é um dos poucos jogadores que consegue se salvar das críticas dos torcedores. Não teve culpa no gol marcado por Camilo aos 50 minutos do segundo tempo e o resultado poderia ter sido ainda pior se Dedé não marcasse logo no início do jogo.

Lateral-esquerdo: Reinaldo (São Paulo)

Foi o ‘homem do jogo’ no clássico majestoso. Além de marcar, de pênalti, o gol da vitória sobre o Corinthians, que colocou o Tricolor de vez na briga pelo G4, Kingnaldo - como é conhecido pelos torcedores - foi impecável no setor defensivo e apoiou muito bem o ataque, tanto que chegou a chutar uma bola na trave ainda no primeiro tempo.

Volante: Edenilson (Internacional)

É um incansável em campo. Motorzinho do time colorado fez de tudo no jogo contra o Santos. Embora o resultado não tenha sido o esperado, ele teve grande atuação.

Volante: Thiago Santos (Palmeiras)

Questionado por parte da torcida, substituiu muito bem Felipe Melo. Incansável na marcação, fez desarmes precisos. Thiago Santos ainda mostrou categoria depois de tabelar com Gustavo Scarpa e garantiu a vitória do Palmeiras sobre o Botafogo.

Thiago Santos foi o melhor jogador em campo na vitória do Palmeiras sobre o Botafogo
Thiago Santos foi o melhor jogador em campo na vitória do Palmeiras sobre o Botafogo
Meia: Felipe Ferreira (Vasco)

Entrou para mudar a história do jogo. Veio no segundo tempo para preencher o meio-campo vascaíno. Com toques rápidos e movimentação ajudou o time alvinegro a chegar com mais qualidade ao campo de ataque e criar chances de perigo. Com a ida de Talles Magno para a seleção brasileira sub-17 deve ganhar mais espaço na equipe de Luxa.

Atacante: Bergson (Ceará)

Sem duvidas, nenhum torcedor que estava presente na Arena Castelão na tarde deste domingo, imaginava que o atacante Bergson estaria entre os melhores da rodada. Muito contestado na sua entrada, ainda no primeiro tempo, no lugar de Mateus Gonçalves, que custou diversos xingamentos de “burro” ao técnico Adilson Batista, o atacante marcou o gol da vitória sobre o Avaí.

Atacante: Pepê (Grêmio)
Teve participação ativa na goleada sobre o Atlético. Deu trabalho para a defesa do Galo e matou o jogo no início do segundo tempo, ao marcar o terceiro gol do Grêmio logo no primeiro minuto.

Bruno Henrique comemora um dos dois gols marcados diante do Athletico-PR
Bruno Henrique comemora um dos dois gols marcados diante do Athletico-PR
Atacante: Bruno Henrique (Flamengo)

Presença constante na Seleção FI do Brasileirão. Na falta de Gabigol, Bruno Henrique chama a responsabilidade e faz os gols para o Flamengo. Foram dois na vitória por 2 a 0 sobre o Athletico-PR. No primeiro, não desperdiçou a entregada do goleiro Léo. Depois, mostrou habilidade para completar de letra cruzamento de Renê.

Técnico: Marcão (Fluminense)

Sua moral cresce a cada rodada que passa no Brasileirão. É nítida a evolução do Fluminense depois da saída de Oswaldo de Oliveira. A boa vitória diante do Bahia, por 2 a 0, fez o time abrir quatro pontos de vantagem para a zona de rebaixamento e entrar na briga por uma vaga na Copa Sul-Americana de 2020. E Marcão tem uma grande parcela nisso.