Com Deyverson e Joker do Mengão, Seleção FI do Brasileirão chega no 4-3-3

Flamengo recebeu o CSA, no Maracanã, e venceu por 1 a 0 mesmo não apresentando um futebol tão consistente

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 27 (AFI) - O Flamengo segue imbatível no Campeonato Brasileiro. Apesar de não jogar bem, o Mengão fez mais uma vítima. A vitória contra o CSA levou o clube carioca aos 67 pontos, contra 57 do Palmeiras, 52 do Santos e 49 do São Paulo.

A Seleção do Brasileiro (28.ª rodada) do FUTEBOL INTERIOR aparece com o técnico Tiago Nunes do Athletico e com o esquema 4-3-3. Confira:

Cássio;

Tiago Nunes: virada e goleada
Tiago Nunes: virada e goleada


Orejuela, Arboleda, Léo Pereira e Apodi;

Gerson, Igor Gomes e Thaciano;

Deyverson, Paolo Guerreiro e Rony.


Confira a Seleção FI da 28ª rodada do Brasileirão:

Goleiro: Cássio (Corinthians)

O Corinthians segurou um 0 a 0 diante do Santos muito por conta de Cássio. O goleiro fez duas excelentes defesas, que fizeram com que o Peixe não saísse vencedor do clássico, realizado no último sábado. O jogador segue sendo um dos pilares do Timão.

Lateral-direito: Orejuela (Cruzeiro)

O Cruzeiro ficou no empate por 1 a 1 diante do Fortaleza, mas poderia ter tido um final mais feliz. Dos jogadores da posição, Orejuela foi o que mais se destacou na 28ª rodada. O lateral fez seu papel pela equipe celeste e ainda apareceu como elemento surpresa dentro da área rival para deixar o seu. Só que não foi o suficiente.

Arboleda, zagueiro do São Paulo - Foto: Bruno Cantini
Arboleda, zagueiro do São Paulo - Foto: Bruno Cantini

Zagueiro: Arboleda (São Paulo)

Vai provando, semana após semana, que merece o apelido de ArboLenda. Diante do Atlético Mineiro, no Morumbi, mostrou mais uma vez muita segurança e tranquilidade para sempre que necessário para o ataque alvinegro.

É verdade que os visitantes pouco ameaçaram, mas pararam no atento equatoriano nas raras escapulidas.

Zagueiro: Léo Pereira (Athletico-PR)

Léo Pereira fez mais uma partida segura com a camisa do Furacão e acabou saindo como um dos principais destaques do time na goleada por 4 a 1 para cima do Goiás. O zagueiro fez seu papel no sistema defensiva e ainda deixou sua marca ao se aventurar no ataque.

Lateral-esquerdo: Apodi (CSA)

Jogando pelo lado esquerdo de campo, Apodi deu trabalho para o Flamengo. O jogador correu por dois, criou as principais oportunidades do clube, mas não conseguiu furar o bloqueio do Mengão. No entanto, foi um dos principais nomes do duelo deste domingo.

Volante: Gerson (Flamengo)

Gerson vem jogando um grande futebol com a camisa do Flamengo. Novamente foi um dos principais nomes da equipe. A saída de bola é uma de suas principais qualidades. O atleta já está pedindo por uma vaga na seleção brasileira.

Meia: Igor Gomes (São Paulo)

Destaque na vitória do São Paulo por 2 a 0 para cima do Atlético Mineiro, Igor Gomes contribuiu com um gol e uma assistência, que culminou com Vitor Bueno colocando a bola no fundo das redes. O jogador comandou o meio de campo e saiu aplaudido do Morumbi. O 'garoto' tem futuro.

Paolo Guerrero, atacante do Internacional - Foto: Divulgação
Paolo Guerrero, atacante do Internacional - Foto: Divulgação

Meia: Thaciano (Grêmio)

Thaciano saiu do banco de reservas para dar um novo gás ao time do Grêmio. Logo em sua primeira jogada, ampliou o marcador para 2 a 0.

Depois foi fundamental no lance que acabou com Éverton fechando o placar por 3 a 0 para cima do Botafogo, em Porto Alegre.

Atacante: Deyverson (Palmeiras)

Contestado pela torcida palestrina, mostrou que pode ser útil em alguns tipos de partida. Neste domingo, com muita chuva na Ressacada, ele foi o protagonista da vitória sobre o Avaí. Primeiro, aproveitou escanteio de Lucas Lima para desviar e abrir o placar. Depois, cavou pênalti para cima de Ricardo - Gustavo Scapra converteu e fez 2 a 1.

Atacante: Paolo Guerrero (Internacional)

Guerrero enfim fez as pazes com o gol. O peruano deixou dois na vitória por 3 a 2 para cima do Bahia, em Salvador, no último sábado, na estreia do técnico Zé Ricardo. O atacante estava com 'fome de bola' e fez jus à fama de artilheiro. Conduziu o Colorado ao triunfo importantíssimo na luta por vaga na Libertadores.

Rony, atacante do Athletico-PR
Rony, atacante do Athletico-PR

Atacante: Rony (Athletico-PR)

O Athletico não tomou conhecimento do Goiás e goleou o rival por 4 a 1. O placar só não foi maior, pois Tadeu fez importantes defesas. O principal nome do Furacão foi o atacante Rony.

Na base da velocidade, o jogador incomodou a defesa rival, criou as principais oportunidades da equipe e ainda fez um gol e deu uma assistência.

Técnico: Tiago Nunes (Athletico-PR)

Mesmo com o Furacão 'de férias' desde o título da Copa do Brasil, já que conquistar o Campeonato Brasileiro é impossível e a distância para a zona de rebaixamento é grande, o comandante vai exigindo de seus comandados que se esforcem ao máximo. Isso ficou provado neste domingo: goleada por 4 a 1 sobre o Goiás, que sonha com vaga na próxima Libertadores.