Seleção FI da Copa Paulista chega com trio do XV de Piracicaba que amassou o Nacional

Organizada pela Federação Paulista de Futebol (FPF), a competição tem cobertura completa pelo Portal Futebol Interior

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 05 (AFI) - A segunda rodada da segunda fase da Copa Paulista foi disputada integralmente nesta quarta-feira. O grande destaque acabou sendo o XV de Piracicaba, que recebeu o Nacional e goleou por inapeláveis 4 a 1. Não à toa, o Nhô Quim colocou três nomes e lidera a Seleção FI.

CONFIRA COMO ESTÁ A ARTILHARIA DA COPA PAULISTA!

O timaço deste meio de semana também vem com o artilheiro da competição, Gleyson, atacante do São Caetano. Tem ainda dois representantes do Grupo 5, o goleiro do EC São Bernardo, Júnior Souza, e o zagueiro do Taubaté, Dogão, os quais vêm sendo verdadeiras ‘muralhas’ - os quatro jogos desta chave até o momento acabaram zerados.


Seleção FI da Copa Paulista chega com trio do XV de Piracicaba que amassou o Nacional
Seleção FI da Copa Paulista chega com trio do XV de Piracicaba que amassou o Nacional


É NO FUTEBOL INTERIOR
Organizada pela Federação Paulista de Futebol (FPF), a competição tem cobertura completa pelo Portal Futebol Interior. Os jogos podem ser acompanhados online pelo PLACAR AO VIVO e também pelo aplicativo. O App Placar FI está disponível tanto no Google Play como na App Store. Depois com comentários e fichas técnicas e cada jogo e notícias dos times.

CONFIRA COBERTURA COMPLETA DA COPA PAULISTA!


O TIME
Júnior Souza (EC São Bernardo);
Paulinho (Rio Claro), Alemão (XV de Piracicaba), Dogão (Taubaté) e Bruno Recife (São Caetano);
Alê (Juventus);
Juninho (Mirassol), Potiguar (Juventus), Matheus Santiago (Santo André) e Cássio Gabriel (XV de Piracicaba);
Gleyson (São Caetano).
Técnico: Tarcísio Pugliese (XV de Piracicaba).


COMO ELES FORAM?


Goleiro - Júnior Souza (EC São Bernardo): O Cachorrão do ABC pouco foi ameaçado na visita que fez à Ferroviária. No entanto, os donos da casa tiveram uma ótima oportunidade em cabeçada do atacante Léo Castro. Atento, o arqueiro alvinegro fez importante defesa que deixa o Grupo 5 embolado - todos os quatro times somam dois pontos após quatro empates sem gols.

Lateral-direito - Paulinho (Rio Claro): Seguro na defesa e com desenvoltura para também se aventurar no ataque, o ala segue se destacando no elenco do Galo Azul. Nesta rodada, ele teve mais uma boa atuação e foi um dos melhores em campo na vitória por 2 a 1 sobre o Desportivo Brasil.

Zagueiro - Gilberto Alemão (XV de Piracicaba): Fez um grande jogo nesta quarta-feira. O defensor anulou os pontos fortes do Nacional, sendo soberano dentro da área, e ainda se aventurou ao ataque. Fez um dos quatro gols da equipe piracicabana, na goleada que reabilitou o Nhô Quim da segunda fase da Copa Paulista.

Dogão, zagueiro do Taubaté - Foto: Caíque Toledo/EC Taubaté
Dogão, zagueiro do Taubaté
Zagueiro - Dogão (Taubaté): O Burro da Central recebeu o Atibaia, mas foi a equipe visitante que controlou as ações. Sempre atento, o experiente defensor impediu que o Falcão pudesse ser mais incisivo, seja desarmando as bolas pelo chão, seja afastando o perigo das bolas aéreas. Não à toa, o time do Vale do Paraíba tomou apenas quatro gols, melhor índice de toda a Copa Paulista.

Lateral-esquerdo - Bruno Recife (São Caetano): Com boa saída de bola e aplicação tática na marcação, o defensor é uma das peças mais importantes do técnico Marcelo Vilar no elenco azulino. Ele fez mais uma partida segura nesta rodada e ajudou o Azulão a bater o Linense por 2 a 1 no Anacleto Campanella.

Volante - Alê (Juventus): Implacável na marcação, o meio-campista juventino mostrou boa combatividade e ajudou o sistema defensivo a sofrer menos sustos. No fim, apareceu de forma providencial para cortar chute de Thiaguinho, até então com endereço à meta defendida por Rafael.

Meia - Juninho (Mirassol): Conduziu o Leão Araraquarense à importantíssima vitória sobre o Água Santa em pleno Distrital do Inamar, em Diadema. Apesar de ter desperdiçado um pênalti, criou diversas chances e acabou premiado com o belo gol de cabeça aos seis minutos do segundo tempo, o qual praticamente selou o triunfo.

Meia - Potiguar (Juventus): Frio, o meio-campista chamou a responsabilidade, pegou a bola e cobrou o pênalti, garantindo o primeiro triunfo do Moleque Travesso na segunda fase da Copa Paulista. Dinâmico, ele saiu de campo aplaudido pela torcida grená que compareceu à tradicional Rua javari.

Meia - Matheus Santiago (Santo André): Foi o autor do gol que definiu a primeira vitória do Ramalhão na segunda fase. O meio-campista aproveitou o contra-ataque, estratégia montada pelo time do ABC em Ribeirão Preto, para balançar a rede do Comercial: teve sangue frio para, cara a cara com o goleiro, dar um tapa por cima e correr para o abraço.

Cássio Gabriel, meia do XV de Piracicaba - Foto: Divulgação
Cássio Gabriel, meia do XV de Piracicaba
Meia - Cássio Gabriel (XV de Piracicaba): Ele comandou o meio de campo do Nhô Quim na vitória por 4 a 1 para cima do Nacional. O jogador atuou em diversas funções. Ajudou na marcação, criou as principais jogadas de perigo e ainda conseguiu deixar o seu. É um jogador que pode fazer a diferença em partidas decisivas da Copa Paulista.

Atacante - Gleyson (São Caetano): O artilheiro da Copa Paulista deixou sua marca novamente. Dessa vez, ele sofreu e converteu pênalti na vitória por 2 a 1 sobre o Linense, chegando a nove bolas na rede. Ele tem sido o principal nome do ataque do Azulão e já tem três gols a mais do que os concorrentes mais próximos na disputa pela artilharia.

Tarcísio Pugliese, técnico do XV de Piracicaba - Foto: Divulgação
Tarcísio Pugliese, técnico do XV de Piracicaba
Técnico - Tarcísio Pugliese (XV de Piracicaba): O Alvinegro Piracicabano reagiu rapidamente após a derrota para o Mirassol, no final da semana. O Nhô Quim recebeu o Nacional e fez uma de suas melhores partidas na temporada ao fazer 4 a 1, no Barão de Serra Negra. O comandante conseguiu elevar a mora do elenco e montou uma equipe com vontade de recuperar pontos que escaparam no fim na primeira rodada. Além disso, fez mudanças pontuais, assim, o time da casa não correu riscos em nenhum momento do duelo.