Seleção FI do Brasileirão tem técnico 'interino' e jogadores de seleção

Guerrero e Sánchez devem estar na Copa América; Fábio, Dedé, Zeca e Pato sonham alto

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 02 (AFI) - A segunda rodada do Campeonato Brasileiro acabou com apenas três clubes com 100% de aproveitamento: Atlético-MG, Santos e São Paulo. Destaque também para o Internacional, que bateu o Flamengo, por 1 a 0, e o Cruzeiro, este passou pelo Ceará também por 1 a 0.

A Seleção FI do Brasileirão é formada com os destaques da rodada. Fábio foi o grande nome ao fechar o gol no triunfo do Cruzeiro. Internacional e a Raposa foram os times que mais emplacou jogadores para a seleção: dois. São eles: o lateral Zeca e o atacante Paolo Guerrero para o Colorado, e Fábio e Dedé, para a equipe celeste, além do Atlético-MG, com Elias e o técnico Rodrigo Santana.

O treinador, inclusive, vem realizando um bom início de campeonato sob o comando do Galo e deve ter mais oportunidades ao decorrer da temporada.

Fábio foi o grande nome na vitória do Cruzeiro - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Fábio foi o grande nome na vitória do Cruzeiro
Confira a seleção FI do Brasileirão da 2ª rodada:

Goleiro: Fábio (Cruzeiro)
Esse já vem pedindo espaço na seleção brasileira há muito tempo. Fábio, mais uma vez, teve atuação digna de cinema na vitória do Cruzeiro, por 1 a 0, para cima do Ceará. Ele fez ao menos quatro milagres, além de ter defendido o pênalti cobrado por Ricardo Bueno. Merece, sem dúvida, uma chance com Tite.

Lateral-direito: Zeca (Internacional)
Parece estar reencontrando o futebol apresentado no início da sua carreira no Santos. Na última quarta-feira, contra o Flamengo, teve que se preocupar com as investidas do trio formado por Bruno Henrique, Gabigol e Arrascaeta, mas deu conta do recado. Teve uma atuação bastante regular, sendo muito importante taticamente.

Zagueiro: Dedé (Cruzeiro)
Dedé fez mais uma partida segura no Cruzeiro. O jogador foi um dos pontos fortes do time ao lado do goleiro Fábio e do meia Thiago Neves, autor do único gol na vitória por 1 a 0 para o Ceará. Será que merece estar na Copa América com a seleção?

Capitão, Betão foi o cara do Avaí - Reprodução/Avaí
Capitão, Betão foi o cara do Avaí
Zagueiro: Betão (Avaí)
O zagueiro Betão viveu uma partida diferente contra o Grêmio. Um dos líderes do elenco do Avaí, ele não se limitou à defender e foi responsável por uma linda jogada no gol do time catarinense. Mostrando muita habilidade, ele roubou a bola de Everton e ainda deu uma caneta no adversário antes de tocar para João Paulo cruzar.

Lateral-esquerdo: Carlos Augusto (Corinthians)
O jovem entrou na vaga de Danilo Avelar e já colocou uma pulga na cabeça de Carille. O jogador transformou do lado esquerdo a principal arma da equipe na vitória por 1 a 0 contra Chapecoense. E ainda marcou o único gol do duelo. Pode ter mais chances durante o Campeonato Brasileiro.

Volante: Elias (Atlético-MG)
Elias teve grande atuação na vitória do Atlético Mineiro, por 2 a 1, para cima do Vasco da Gama. Além de ter inaugurado o marcador com um belo gol, ajudou muito na marcação, anulando praticamente todos os pontos fortes da equipe carioca. Há tempos não fazia uma boa exibição.

Sánchez é um dos nomes da seleção FI -  Ivan Storti
Sánchez é um dos nomes da seleção FI
Volante: Carlos Sánchez (Santos)
O Santos venceu o Fluminense por 2 a 1, com mais uma boa atuação de Carlos Sánchez. O uruguaio criou boas oportunidades no setor ofensivo e ainda marcou o segundo gol do Peixe na partida. Ele ajudou muito na defesa, tanto que o Peixe foi pouco pressionado na noite desta quinta-feira.

Meia: João Paulo (Botafogo)
Foi o grande destaque da primeira vitória botafoguense no Brasileirão. Diante do Bahia, o meia cobrou o escanteio que originou o gol de empate marcado por Erik e depois apareceu como elemento surpresa dentro da pequena área para virar o jogo. Sua bola parada sempre causa preocupação aos adversários.

Pato deixou o seu no triunfo do São Paulo - Rubens Chiri
Pato deixou o seu no triunfo do São Paulo
Atacante: Alexandre Pato (São Paulo)
Ao lado do Atlético-MG, o São Paulo é um dos únicos times que seguem com 100% de aproveitamento após duas rodadas do Campeonato Brasileiro da Série A. Um dos responsáveis por esse bom começo é o atacante Alexandre Pato. Ele marcou o primeiro gol do jogo que abriu caminho para a vitória do São Paulo por 2 a 1.

Atacante: Wellington Paulista (Fortaleza)
O centroavante Wellington Paulista desencantou e marcou seu primeiro gol com a camisa do Fortaleza. Ele entrou no final do jogo e, em pouco tempo, garantiu a vitória por 2 a 1 sobre o Athletico-PR, a primeira após o retorno do Leão à elite do Brasileirão.

Atacante: Guerrero (Internacional)
A Lei do Ex é infalível e deu as caras na última quarta-feira no Beira-Rio. Após deixar o Flamengo sei deixar saudades no ano passado, Paolo Guerrero fez o primeiro gol do Internacional diante do seu ex-clube logo no início do jogo ao cabecear cruzamento de D'Alessandro. Ainda levou perigo ao goleiro César em outras oportunidades ao longo do jogo. Já são quatro gols em seis partidas em 2019.

Técnico: Rodrigo Santana (Atlético-MG)
Rodrigo Santana está aproveitando sua chance como técnico interino do Atlético Mineiro. Apesar do vice-campeoanto estadual e da queda precoce na Libertadores, o treinador tem tido um bom início de Brasileirão. O Galo tem sido competitivo em seu comando, não a toa é uma da equipes com 100% de aproveitamento. O feito, inclusive, fez com que a diretoria diminuísse o ritmo na busca por um novo comandante.

Rodrigo Santana vem tendo grande oportunidade no Galo - Bruno Cantini / Atlético
Rodrigo Santana vem tendo grande oportunidade no Galo