Cheia de gols, Seleção da Rodada é dominada por jogadores do Palmeiras

O time de Felipão emplacou três jogadores: o zagueiro Gustavo Gómez, o volante Felipe Melo e o atacante Dudu

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 20 (AFI) - O Campeonato Brasileiro não está deixando a desejar quando o assunto é bola na rede. Foram 26 gols em 10 jogos, uma média de 2,6 bolas na rede por partida. A quinta rodada teve apenas um empate sem gols entre São Paulo e Bahia e outro que acabou 1 a 1, entre Vasco e Avaí. O grande destaque é o Palmeiras, que goleou o Santos por 4 a 0 no Pacaembu e domina a Seleção da Rodada do Futebol Interior.

O time de Felipão emplacou três jogadores: o zagueiro Gustavo Gómez, o volante Felipe Melo e o atacante Dudu, que carregaram o time na vitória acachapante no clássico. Outro destaque importante é o meia-atacante Marcinho, do Fortaleza, que marcou dois gols e ainda deu uma assistência na vitória por 3 a 1 contra a Chapecoense fora de casa.

CONFIRA A SELEÇÃO DA RODADA DO FUTEBOL INTERIOR:

Sidão (Vasco);
Samuel Xavier (Ceará), Gustavo Gómez (Palmeiras), Nino (Fluminense) e Igor Fernandes (Avaí);
Nonato (Internacional), Felipe Melo (Palmeiras), Cazares (Atlético-MG) e Marcinho (Fortaleza);
Dudu (Palmeiras) e Vagner Love (Corinthians).
Técnico: Felipão (Palmeiras).

Goleiro: Sidão (Vasco)

Conseguiu dar a volta por cima com a camisa do Vasco. Depois de uma estreia com muitas falhas, reconhecidas pelo próprio jogador em entrevista após a derrota para o Santos, Sidão fez uma grande partida no último domingo e garantiu o empate em 1 a 1 com o Avaí em São Januário. Foram pelo menos duas grandes defesas no decorrer do jogo.

Lateral: Samuel Xavier (Ceará)

Mais uma grande atuação do lateral. Samuel Xavier participou do primeiro gol no Castelão, que abriu a vitória por 2 a 1 contra o Grêmio. Ele é um jogador muito ofensivo e com características de velocidade e jogada individual. Infernizou a marcação do adversário.

Zagueiro: Gustavo Gómez (Palmeiras)

Não é à toa que o Palmeiras sofreu apenas um gol na disputa do Brasileiro. Muito consistente, Gustavo Gómez vem sendo o pilar do muito eficiente sistema defensivo montado por Felipão. Na goleada por 4 a 0 sobre o Santos, anulou o futebol ofensivo de Sampaoli e ainda marcou um dos gols palmeirenses.

Zagueiro: Nino (Fluminense)

Abriu a vitória do Fluminense por 4 a 1 contra o Cruzeiro no Maracanã. O zagueiro marcou o primeiro gol da partida e ainda participou diretamente dor resultado ao acertar a marcação ao lado de Matheus Ferraz, segurando as peças ofensivas do adversário.

Lateral: Igor Fernandes (Avaí)

Incisivo na marcação, o jogador teve participação direta no empate em 1 a 1 com o Vasco em São Januário. Sua atuação defensiva teve destaque, com desarmes importantes, auxiliando os volantes na contenção. Também apareceu nas jogadas aéreas para cortar.

Volante: Nonato (Internacional)

Fez uma partida impecável com a camisa do Internacional. Marcou mais um gol, ajudou a construir a vitória por 2 a 0 contra o CSA e ainda foi o ‘motorzinho’ do meio de campo, com passes certos e dominando o adversário. Saiu de campo merecendo uma vaga no time titular.

Volante: Felipe Melo (Palmeiras)

Fez juz ao apelido e foi um verdadeiro pitbull na contenção do meio de campo do Palmeiras. A fase das melhoras, e se continuar assim vai ajudar muito o Palmeiras na temporada. Além do grande poder de marcação, foi essencial com boa visão de jogo e qualidade na saída de bola.

Meia: Cazares (Atlético-MG)

Apesar de momentos de ‘sumiço’ no jogo, apareceu na hora certa para ajudar o Atlético-MG a vencer o poderoso Flamengo de Abel Braga. Marcou um golaço no primeiro tempo, com muita frieza, e mostrou funcionar bem sob pressão na etapa complementar, com o Galo jogando desde início com um jogador a menos.

Meia: Marcinho (Fortaleza)

Seria impossível montar a Seleção da Rodada do Futebol Interior sem a presença de Marcinho. O meia-atacante fez dois gols e ainda deu a assistência para Osvaldo marcar o terceiro na vitória por 3 a 1, de virada, contra a Chapecoense na Arena Condá, fora de casa.

Atacante: Dudu (Palmeiras)

Sempre muito cobrado pelo status que tem na equipe palmeirense, não vem dando brecha para críticas. Contra o Santos, foi o nome mais decisivo do Palmeiras para a contrução da goleada. Além de arrancadas, dribles e finalizações perigosas, foi o responsávels por três assistências, nos gols de Gómez, Deyverson e Hyoran.

Atacante: Vagner Love (Corinthians)

Outro jogador que vem cavando uma vaga no time titular de Fábio Carille. Vagner Love vive um grande momento, abusando da individualidade e da experiência que tem. Começou como centroavante e marcou o primeiro gol da vitória por 2 a 0 contra o Athletico. No segundo tempo foi deslocado para jogar aberto e também se destacou.

Técnico: Felipão (Palmeiras)

A vitória sobre o time comandado pelo aclamado Sampaoli dá muita moral ao treinador palmeirense, muitas vezes apontado como ultrapassado por parte da imprensa e por torcedores. Sem perder as características defensivas típicas de um time de Scolari, o Palmeiras mostrou uma eficiência ímpar no ataque.